"Pensei que iria ser violada e preparei-me psicologicamente"

Num episódio emocionante do reality show do clã Kardashian, Kim descreveu os terríveis momentos por que passou durante um assalto de que foi vítima em Paris, França.

Kim Kardashian revelou no último episódio do reality show ‘Keeping Up With the Kardashians’ que no momento em que foi assaltada, em Paris, temeu levar um tiro na cabeça ou até mesmo ser violada.

“Estava na cama deitada (…) de robe. E 10 minutos depois ouvi muito barulho nas escadas. Pensei que fosse a Kourtney ou a Stephanie [assistente de Kim] embriagadas. E comecei a chamar, ‘olá, olá, olá’ e ninguém respondeu. Foi aí que senti o coração a acelerar. Sabia que algo não estava bem”, descreve

“Vi dois homens a segurarem numa arma, vestidos com uniformes de polícia, mesmo fora do meu quarto. Saltei logo da cama para agarrar no telemóvel, e como não sabia chamar o 112 num país diferente, liguei para o meu segurança, mas acabaram por me tirar o telemóvel”.

Posteriormente, Kim descreve os momentos mais difíceis: “Ele [o assaltante] colou fita cola na minha boca para não gritar e depois agarrou nas minhas pernas – não tinha roupas vestidas – e foi aí que ele me puxou para ao pé dele. Pensei que nesse momento iria ser violada e preparei-me psicologicamente”, descreve, entre lágrimas.

“Mas depois ele não o fez e apontou-me a arma, pensei que eles iam dar-me um tiro na cabeça. Apenas pedia para que a Kourtney pudesse ter uma vida normal depois de ver o meu corpo na cama”, recorda.

Posteriormente, a mulher de Kanye West afirma que os assaltantes acabaram por amarrá-la à banheira, acabando por fugir com as jóias.

artigo do parceiro: NM

Comentários