Pelé: “O futebol é um dom de Deus”

O maior jogador de todos os tempos dá aos craques de hoje a receita para o sucesso.

Como receita para um sucesso duradouro, Pelé aconselha os seus jovens colegas de hoje a "portarem-se bem" - tanto no campo como fora dele. Num artigo exclusivo para o jornal inglês ‘The Sun', o maior futebolista de sempre comenta o estilo dos jogadores da actualidade e lamenta que esteja a desaparecer a lealdade dos futebolistas para com os clubes que os contratam.  

"O jogador que se comporta mal tem uma carreira curta", escreve o histórico craque brasileiro, hoje com 67 anos. Num momento em que o futebol internacional se vê envolvido em escândalos sociais, com acusações de orgias e violações a ensombrarem o Manchester United, Pelé pondera: "Embebedar-se e portar-se mal, como temos visto por aí, é mau para um futebolista, pois prejudica o seu futuro. Quando eu era jovem, o meu pai costumava dizer-me: ‘O futebol é um dom de Deus. Tu tens o dom. Se praticares muito, cuidares da tua saúde e te portares bem, então ninguém conseguirá parar-te'. Se um jogador se porta mal, deixa toda a gente mal - mas sobretudo fica ele próprio mal".

Referindo-se às quantias fabulosas que hoje se pagam aos jogadores do desporto-rei, diz Pelé: "Tudo gira à volta do dinheiro, nos nossos dias. Eu compreendo a necessidade que os futebolistas têm de ganhar dinheiro. Não são como médicos ou empregados de escritório que podem continuar a trabalhar até aos 70 anos. Os futebolistas param aos 35, por isso têm de ganhar enquanto podem. O problema é a lealdade dos futebolistas..."►PELÉ SOBRE LEALDADE, SCOLARI E CAPELLO

artigo do parceiro: Top Fama

Comentários