Pamela Anderson revela que foi violada em criança

Primeiro pela ama e depois por um rapaz mais velho

A atriz Pamela Anderson revelou, durante o Festival de Cannes, em França, que sofreu abusos sexuais durante toda a sua infância.
Entre os seis e os 10 anos, a ex-Baywatch foi molestada pela sua ama – de sexo feminino –, situação que nunca denunciou à mãe, pois esta era muito frágil e “estava sempre a chorar”.
As revelações foram feitas durante o lançamento da Fundação Pamela Anderson a favor dos direitos dos animais, pois, segundo afirma no seu blog, “sinto que agora é o momento para revelar algumas das minhas memórias mais dolorosas”.
A violação aconteceu aos 12 anos por um irmão mais velho do namorado de uma amiga – que tinha já 25 anos – e que supostamente a iria ensinar a jogar gamão, mas a aprendizagem envolveu massagens que culminaram em violação.
Coincidentemente, o evento em Cannes em que Pamela fez estas revelações foi precisamente um torneio de gamão.

"Escusado será dizer que eu tinha dificuldade em confiar nos seres humanos ", disse Anderson. "Eu só queria desaparecer. O mundo não era um lugar seguro para mim ", acrescentou.
Agora, aos 46 anos, afirma que o seu amor pelos animais a salvou. "A minha lealdade permaneceu com o reino animal. Jurei protegê-los. Rezei pelas baleias com os meus pés juntos no oceano. Foram os meus únicos amigos de verdade, até ter filhos".

artigo do parceiro: Nilza Rodrigues

Comentários