O. J. Simpson volta ao banco dos réus

O futebolista americano arrisca-se a uma pena de prisão perpétua.

O antigo jogador de futebol americano O. J. Simpson volta a sentar-se no próximo dia 28 de Novembro no banco dos réus, agora acusado de sequestro e assalto à mão armada. Se for condenado, Simpson pode vir a passar o resto dos seus dias atrás das grades.

Doze anos depois de ter sido absolvido das acusações de homicídio da ex-mulher e de um amigo desta, por falta de prova material, Simpson viu-se de novo em maus lençóis em Setembro deste ano quando se envolveu numa cena de alta violência num quarto de hotel em Las Vegas.

No dia 13 de Setembro, o antigo craque irrompeu pelo quarto de um hóspede que, segundo a sua versão, se apropriara de bens que lhe pertenciam, entre eles recordações da sua carreira desportiva que estariam prestes a ser ilegalmente vendidas. Auxiliado por um grupo de capangas armados, Simpson exerceu violência física sobre a sua vítima, tendo abandonado o hotel na posse dos bens que reclamava.

Detido no dia 16, O. J. Simpson foi presente a um juiz e formalmente acusado de assalto, associação criminosa, sequestro e roubo com arma letal. Posto em liberdade condicional mediante o pagamento de uma fiança de 125 mil dólares, aguarda agora julgamento. Se for condenado, a pena pode ascender a 60 anos de prisão.

Segundo o advogado de defesa, Simpson está a aguardar o julgamento “na sua casa de Miami, jogando golfe e tomando conta dos filhos”.

artigo do parceiro: Top Fama

Comentários