Johnny Depp critica os críticos

Ator explica fracasso de bilheteira do filme “O Mascarilha”.

O ator Johnny Depp responsabilizou os críticos de cinema norte-americanos pelo fracasso de bilheteira do seu novo filme, “O Mascarilha”, que esta quinta-feira estreia em Portugal.

“Acho que as críticas foram escritas sete ou oito meses antes de lançarmos o filme”, disse Depp em entrevista ao site Yahoo! Movies UK.

Segundo o ator, a imprensa esteve mais interessada em explorar aspetos marginais da produção, como as interrupções das filmagens devido ao meu tempo e os gastos imprevistos, que culminaram num orçamento exagerado de 215 milhões de dólares.

As receitas de bilheteira na estreia do filme foram de apenas 29 milhões de dólares nos Estados Unidos – uma verba considerada muito fraca.

Armie Hammer, que protagoniza “O Mascarilha” ao lado de Depp, subscreveu a tese do seu colega, sublinhando que os críticos estiveram mais preocupados com os desvios orçamentais do que com a qualidade do produto e que, assim, “degolaram” o filme à nascença.

“A verdade – sublinhou Hammer – é que o público não se importa com os custos de produção – eles pagam a mesma quantia se um filme custar um dólar ou vinte milhões”.

“O Mascarilha” (“Lone Ranger”, no original) retoma as aventuras do famoso herói do Oeste com o mesmo nome, com Armie Hammer e Johnny Depp nos papel de Justiceiro e Tonto, respetivamente.

Comentários