João Manzarra junta-se aos portugueses que vão buscar refugiados

"Somos todos humanos. Respiramos o mesmo ar, olhamos para o mesmo céu, sonhamos os mesmos sonhos. As divisões são arbitrárias. A nossa casa é o Planeta Terra", pode ler-se na foto partilhada por João Manzarra.

João Manzarra irá juntar-se ao grupo de portugueses que decidiu ir buscar famílias de refugiados com o intuito de que estes não estejam à espera de poderem entrar em Portugal apenas no final do ano.

“Amanhã parto para Milão e depois Hungria ou Croácia para me juntar ao grupo de portugueses "Famílias como as nossas" que partiu na sexta-feira para salvar o maior número possível de famílias de refugiados na fronteira com a União Europeia”, escreveu o apresentador no seu Facebook.

A partir das redes sociais, Manzarra explicou que essas pessoas “farão parte dos 5000 [refugiados] destinados a Portugal”, mas antecipando a sua vinda. “O objectivo é oferecer alguma humanidade que neste momento é muito pouca e que tende a piorar com o aproximar do Inverno”, justifica.

O português revela que leva consigo “bens e mantimentos”, e que a maior finalidade da viagem é “derrubar preconceitos e inseguranças”. “É evidente que vão surgir algumas vozes de ódio mas que fique bem claro que aquilo que nos move é exatamente o oposto”, salvaguardando que “está tudo a feito dentro da legalidade e com o mínimo possível de riscos pelo que não há motivo para preocupação”.

“Voltarei em poucos dias e, espero eu, com boas notícias”, conclui João Manzarra.

artigo do parceiro: NM

Comentários