Joana Amaral Dias despiu-se de borla

Ex-deputada afirma que a sua pose para a revista Cristina foi “um ato político”.

Joana Amaral Dias e Pedro na capa da polémica

Nas bocas do mundo desde que apareceu agarrada ao namorado, grávida e nua, na capa da última edição da revista “Cristina”, Joana Amaral Dias, antiga deputada do Bloco de Esquerda, revelou que não recebeu dinheiro por tal produção fotográfica e que a sua decisão foi “um ato político”.

Atacada por muita gente, em particular por camaradas das suas cores, Joana, de 40 anos, candidata a deputada pela coligação AGIR, explicou ao canal CMTV que um dos seus principais objetivos era informar o grande público de que, eventualmente, devido à sua gravidez de risco, iria ter limitações na campanha.

A bela psiquiatra, de 40 anos, considerada uma das mais sexy da política nacional, mostrou-se particularmente irritada com certas críticas nas redes sociais, em especial as provenientes de “tantos libertários de esquerda” que desceram “ao nível de taberna”.

Sobre os efeitos da sua pose em termos de resultados eleitorais, Joana confessou não saber se lhe trará mais vantagens ou desvantagens.

artigo do parceiro: Top Fama

Comentários