Jessica Chastain critica hipersexualização de heroínas

Atriz de Interstellar é uma das vozes mais proeminentes contra o sexismo em Hollywood

Jessica Chastain emite, muitas vezes, opiniões contra o machismo. Desta vez, a atriz de Interstellar criticou a maneira como as mulheres são retratadas em filmes de super-heróis.

Em entrevista à RadioTimes, Chastain disse que as mulheres são submetidas, muitas vezes, a papéis hipersexualizados quando fazem filmes de ação. "Se olhares para filmes como Elektra e Æon Flux, o problema dos estúdios de cinema é que fazem filmes com mulheres corajosas muito sexualizadas. Elas vestem sempre uma roupa colada ao corpo", afirmou Chastain.

A atriz ainda disse que os aspetos físicos das atrizes são muito explorados e que estes não deveriam ser o foco do filme. Como exemplo, ela citou o papel de Sigourney Weaver, em Alien. "Se olhares para um dos papéis femininos mais incríveis que existe, como a Ripley em Alien, vês que ela é uma mulher muito sensual, mas nem está a usar muita maquilhagem. Está simplesmente com calças de ganga e uma t-shirt. O que é sensual nela é o quão competente ela é", disse a atriz.

Dada a sua visão contra o sexismo, Jessica disse que já pondera melhor os papéis que aceita. "Se a personagem feminina não for tão interessante quanto a personagem masculina, não estou interessada. Linda Hamilton em Exterminador Implacável 2 foi incrível. Lembro-me de a ver quando eu era criança e pensar 'Isto é incrível! Quero ser como ela'", contou Jessica.

artigo do parceiro: NM

Comentários