Gérard Depardieu já é russo

Ator francês já tem no bolso o passaporte oferecido por Vladimir Putin.

O ator francês Gérard Depardieu já recebeu o passaporte que lhe concede a cidadania russa e agradeceu a generosidade do presidente Vladimir Putin durante um breve encontro com o estadista na cidade de Sochi, nas margens do Mar Negro.

Depardieu cumpriu assim a sua ameaça de abandonar a França, zangado com as intenções do governo de Paris, que pretende aplicar uma taxa de 75% aos impostos dos mais ricos.

Segundo Dmitri Peskov, porta-voz de Putin, o presidente e o novo cidadão russo aproveitaram a sua reunião privada para discutir os planos de um filme sobre Grigori Rasputin, que o ator vai protagonizar.

Muito agradecido a Moscovo, Gérard Depardieu desfez-se em declarações de amor à Rússia e a Vladimir Putin.

Uma das frases do ator – “A Rússia é uma grande democracia” – provocou forte indignação nos meios oposicionistas locais e está a ser alvo de chacota por parte de numerosos comentadores em todo o mundo.

Comentários