Fisco investiga Luciana Abreu

Finanças suspeitam que a atriz assinou com Djaló um “divórcio de conveniência”.

Os serviços de Finanças estão a investigar os contornos do recente divórcio de Luciana Abreu e Yannick Djaló, por suspeitas de que a atriz e o futebolista simularam um negócio jurídico com o objetivo de fugirem a eventuais credores e protegerem os bens da família.

Alertados por notícias publicadas na Imprensa, em particular no “Correio da Manhã”, que apontam para um “divórcio de conveniência”, agentes do Fisco estão a verificar os negócios feitos pelo ex-casal antes de terem ido a uma Conservatória do Porto legalizar a separação, no passado dia 31 de dezembro.

A teoria que corre nas páginas de algumas publicações é que Luciana e Djaló continuam e viver juntos e que só avançaram para o “divórcio” para salvaguardarem o seu património, que estaria ameaçado por dívidas do jogador do Benfica.

Nem Luciana nem Djaló comentaram, até ao momento, tais rumores. 

Comentários