Filme brasileiro ganha Festival de Berlim

Filme brasileiro ganha Festival de Berlim “Tropa de Elite” conquista o cobiçado Urso de Ouro.

Alvo de fortes críticas e vigorosos elogios, "Tropa de Elite", do brasileiro José Padilha, ganhou este sábado o Urso de Ouro de melhor filme no Festival de Cinema de Berlim.

A película é um retrato da corrupção e da violência policial nas favelas do Rio de Janeiro. Os "heróis" são os agentes de um corpo especial de elite que desencadeiam uma operação limpeza por ocasião de uma visita do Papa João Paulo II, em 1997.

O júri, presidido pelo realizador grego Costa-Gavras, ignorou as opiniões negativas de muitos críticos a respeito do filme (a conceituada revista "Variety", por exemplo, chegou a qualificá-lo de fascista) e atribuiu o prémio máximo a "Tropa de Elite".

O documentário "Standard Operating Procedure", de Errol Morris, que denuncia as torturas de soldados americanos a presos iraquianos na cadeia de Abu Ghraib, conquistou o Urso de Prata - Prémio Especial do Júri.

O Urso de Prata para melhor realizador foi para Paul Thomas Anderson, pelo filme"There Will Be Blood".

O iraniano Reza Naji, inesperadamente, derrotou toda a forte concorrência, arrebatando o troféu de melhor actor, pelo seu papel em "Avaze Gonjeshk-há" (Song of Sparrows).

O Urso de Prata para melhor actriz foi atribuído à britânica Sally Hawkins, por "Happy-Go-Lucky", de Mike Leigh, onde desempenha o papel de uma optimista invencível.

artigo do parceiro: Top Fama

Comentários