Diogo Amaral perde contrato de exclusividade com a TVI

A notícia é avançada pela TV Guia, que garante que o ator, de férias da televisão há um ano, se recusou a participar na nova telenovela da estação. «É lamentável», assegura fonte da produtora Plural.

Não trabalha para a TVI, com quem tem contrato de exclusividade, desde 30 de agosto do ano passado mas, apesar de receber 3.500 € por mês, recusou-se a integrar a nova telenovela da estação. «Não quis fazer», disse um responsável da produtora Plural à TV Guia. Uma recusa que, segundo a edição da revista de televisão que hoje chega às bancas, levou o canal a decidir acabar com o vínculo privilegiado que mantém com 14 outros atores.

«A relação entre a estação e Diogo Amaral, de 35 anos, deteriorou-se nos últimos tempos», assegura a publicação. Uma situação que levou os responsáveis a notificá-los da sua intenção por escrito. «Recebeu na quarta-feira, [dia] 9, uma carta em casa, registada, a dar conta da sua dispensa, já a partir de 31 de dezembro, dia em que acaba o seu contrato», revela ainda a TV Guia.

Texto: Luis Batista Gonçalves com Salvador Colaço (fotografia)

artigo do parceiro:

Comentários