Confissões de Ronaldo

“Não fico em frente ao espelho durante 30 minutos…”

Cristiano Ronaldo garantiu numa entrevista ao jornal “The Sun” que não é tão vaidoso como muitos o pintam e garantiu que consegue passar por um espelho sem ficar ali a mirar-se durante uma eternidade.

“Essa história do espelho não é verdade, é uma piada. Não me lembro de quem primeiro disse isso sobre mim, mas não é verdade. Não fico em frente ao espelho durante 30 minutos. No máximo um minuto, juro! Quando se tem um cabelo bom como o meu, é fácil ter estilo…”, disse, bem-humorado, o futebolista português.

Interrogado sobre as suas maiores extravagâncias em matéria de compras, Cristiano elegeu os automóveis, mas ressalvou que não tem sentimentos de culpa: “Eu tenho essa possibilidade. Posso comprar um carro de luxo, um relógio de coleção ou joias caras. Porque não comprar, se o posso fazer? Nós devemos poder desfrutar da nossa vida, aproveitar as coisas boas. Não é errado comprar coisas caras desde que consigamos manter o equilíbrio na nossa vida”.

Ronaldo pronunciou-se, também, sobre as vantagens e inconvenientes da fama: “Ser tão famoso como eu não é bom, é muito duro, existe muita coisa má na fama. Não consigo ter uma vida normal, andar na rua, ir às compras, fazer seja o que for em qualquer parte do mundo, sem ser reconhecido. A fama traz coisas boas e coisas más e nós temos de nos adaptar e encontrar um ponto de equilíbrio. Agora já consigo lidar com isto. Ainda é duro, mas já consigo viver…”

Tudo somado, Ronaldo admitiu que se considera um homem feliz: “Posso fazer o que gosto, tenho uma vida fantástica e uma família maravilhosa”.

Comentários