Carla Bruni: 40 anos e 30 amantes

A primeira-dama de França canta sobre 30 amantes no seu novo disco.

"Eu sou uma criança apesar dos maus 40 anos e dos meus 30 amantes", canta Carla Bruni, primeira-dama de França, numa das faixas do terceiro álbum da sua carreira, que será lançado no mercado em 21 de Julho próximo.

O facto de Carla ter exactamente 40 anos e fama de liberal em matéria de sexo reforçam a tese de que se trata, em grande parte de um disco autobiográfico. É do domínio público que, antes do casamento com Nicolas Sarkozy, a ex-modelo e cantora italiana teve uma vasta legião de amantes, incluindo Mick Jagger, Eric Clapton, Donald Trump, Laurent Fabius (antigo primeiro-ministro de França), o advogado Serge Klarsfeld e Vincent Pérez.

Noutra letra polémica do novo álbum, Carla Bruni canta: "Tu és a minha droga, mais letal que a heroína do Afeganistão e mais perigosa que a cocaína da Colômbia".

As más-línguas apressaram-se a murmurar que Carla estaria aqui a fazer a apologia das drogas, mas parece evidente que ela usa uma linguagem figurada para se referir à droga ... do amor.

Amor por Sarkozy? É difícil supôr outra coisa, neste momento, mas a cantora de "Comme si de rien n'était" (assim se chama o novo álbum) jura que a canção foi feita no Verão de 2007, antes de se ter encontrado, pela primeira vez, com o presidente francês.

Certo é que todos auguram ao novo disco um grande sucesso. A editora Naive espera ultrapassar os dois milhões de cópias vendidas.

artigo do parceiro: Top Fama

Comentários