Cabala quer mediar divórcio de Madonna

Cabala quer mediar divórcio de Madonna Um rabino pede à cantora que chegue a um acordo rápido com Guy Ritchie, fora do tribunal.

As batalhas em torno do divórcio do ano estão a escapar completamente ao controlo dos principais interessados, Madonna e Guy Ritchie.

A guerra entre a cantora e o cineasta, que todos os dias alimenta páginas na imprensa, também faz parte agora das preocupações dos líderes da Cabala, vertente mística do judaísmo da qual a rainha da pop é seguidora.

Segundo o jornal britânico "Daily Mail", a cúpula da cabala quer um acordo extra-judicial imediato. O periódico afirma que o líder espiritual de Madonna, o rabino Berg, deu um prazo de 24 horas para que a cantora apresente um plano de divórcio rápido.

De acordo com uma fonte anónima citada pelo tablóide, o rabino ainda tem fé numa reconciliação. Mas já a prever que essa será uma possibilidade remota, a ideia é arrumar o assunto de vez e pôr fim ao falatório.

Madonna estaria relutante em aceitar a mediação do rabino. Ela receia que um eventual acordo extra-judicial ainda lhe venha a ficar mais caro do que a simples execução do acordo pé-nupcial.

A guarda do filho Rocco, de 7anos, e de David, o rapaz de 3 anos adoptado pelo casal, seria outra razão para Madonna poder vir a preferir a via do tribunal. Ela quer que os dois vivam em Nova Iorque juntamente com a sua outra filha, Lourdes, de 12 anos, mas Ritchie pretende que eles fiquem com ele em Londres.

A imprensa britânica também diz que Lourdes Maria, filha de Madonna e Carlos Léon, não quer ficar afastada do padrasto. O jornal "News of the World" afirma que a menina considera Guy Ritchie como um pai e, por isso, não se quer afastar. A menina também terá pedido aos dois para acabarem com a guerra pública.

Enquanto isto não ata nem desata, relembre os tempos de harmonia de Madonna e Ritchie, que estiveram casados durante sete anos e meio.

artigo do parceiro: Top Fama

Comentários