Adeus, Rock in Rio!

Roberta Medina, vice-presidente do festival, faz um balanço muito positivo dos cinco dias de festa.

As audiências

"O nosso objectivo era manter as audiências de 2006. Felizmente, conseguimos subir um bocadinho. Tivemos este ano 354 mil pessoas na Cidade do Rock!"O dinheiro

"Em termos de projectos sociais, aumentámos as doações, graças a um maior envolvimento de empresas. No total, foram arrecadados 562.500 euros, que serão doados para a instalação de painéis solares em várias escolas de todo o país." O público

"O que me surpreendeu pela positiva foi ver as pessoas a chegar e a querer conhecer o espaço e experimentar todas as atracções. O que propomos é uma grande festa e não apenas uma série de concertos. O pessoal mostrou-se muito aberto a descobrir todos os nossos recantos."

 Os novos espaços

"Estamos muito satisfeitos por o público ter aceite bem os novos espaços - a tenda Fashion e o palco Sunset. Fiquei muito orgulhosa por ver que os duetos imprevisíveis do Sunset conquistaram o pessoal. Acho que o parque da Bela Vista nunca tinha visto tanta gente naquele espaço de terra! Esse palco foi um ponto alto. Veio para ficar e quem sabe se não o teremos no Palco Mundo na próxima edição (em 2010)."Os mais exóticos

"Achei um `barato´ o quarto dia - aquele dedicado ao heavy metal. Foi engraçado ver toda a gente vestida de preto e a partir a cabeça. Foi o dia em que o INEM mais trabalhou - teve de atender mais de 800 pessoas. No final de contas, eles curtem um estilo de música que muita gente não aprecia, mas a excitaçao foi a mesma dos dias anteriores."O concerto preferido

"Não consegui assistir a nenhum concerto inteiro, com a excepção do Rod Stewart. A esse eu fiz questão de assistir! Fugi e fui para o meio da multidão dançar." O caso Amy Winehouse

"O concerto da Amy Winehouse surpreendeu-me. Não pelo espectáculo em si, mas pelo facto de o público estar com um olho no palco e outro nos ecrãs gigantes. O pessoal queria ver a reacção dela. Enquanto organização, não tínhamos muito a fazer - abrimos o palco e a artista tinha de fazer a parte dela. Desejo que a paixão que o público do Rock in Rio demonstrou pela Amy possa tocar-lhe no coração, para que ela mude de vida. Ela tem de cuidar da saúde, porque eu não sei se ela vai aguentar a vida que leva por muito mais tempo... É uma grande cantora, um grande talento." Rock in Rio Madrid

"Tenho tido imenso trabalho com o Rock in Rio Madrid, que começa no fim deste mês. Alguns artistas são os mesmos, como o Lenny Kravitz e a Amy Winehouse. Quando chegámos a Portugal, muita gente já tinha ouvido falar do festival. Em Espanha, não, é algo totalmente novo. Por isso, estamos cautelosos nas expectativas. Estamos a pensar num cenário conservador, para ver como o espanhol vai reagir a esta proposta."Amy Winehouse em Espanha

"Já vimos que ela vai aparecer, nem que seja aos solavancos. A questão é saber se ela vai aguentar-se. Mas quem sabe se até lá (4 de Julho), o marido não sairá da prisão, deixando-a mais contente e equilibrada. Esperamos que em Madrid a Amy tenha mais energia..."

artigo do parceiro: Top Fama

Comentários