Adeus, Peter O’Toole!

O “Lawrence da Arábia” faleceu em Londres, após prolongada doença.

Peter O’Toole, de 81 anos, protagonista do filme “Lawrence da Arábia”, faleceu aos 81 anos de idade, sábado passado, num hospital de Londres, após prolongada doença.

Personalidades do Reino Unido apressaram-se a render homenagem ao veterano ator.

O primeiro-ministro britânico, David Cameron considerou “espantosa” a atuação de O’Toole em “Lawrence da Arábia” – o filme que David Lean realizou em 1962 – e o presidente da Irlanda, Michael Higgins, disse que “o mundo perdeu um dos gigantes do cinema e do teatro”.

A imprensa inglesa faz notar que O’Toole morreu sem ter conseguido concretizar um dos seus grandes sonhos – ganhar o Óscar de Melhor Ator - , apesar de ter acumulado oito nomeações, um número recorde, ao longo da sua carreira.

Além de “Lawrence da Arábia”, esteve nomeado para o Óscar pelos seus papéis em “Becket” (1964), “The Lion In Winter” (1968), “Goodbye, Mr Chips” (1969), “The Ruling Class” (1972), “The Stunt Man” (1980), “My Favourite Year” (1982) e “Venus” (2007).

Peter O’Toole retirou-se da profissão no ano passado, por ocasião do seu 80º aniversário. Declarou, na altura, que se sentia plenamente realizado.

Mesmo assim, ainda interrompeu por umas semanas a sua reforma para participar num último filme, “Katherine of Alexandria”, que aguarda data de estreia.

Comentários