Inês Castel-Branco

Entrevista à actriz que regressou agora aos palcos como protagonista de "Os 39 Degraus"

Inês Castel-Branco, de 29 anos, é uma actriz portuguesa, filha da jornalista Luísa Castel-Branco. Fez formação em técnicas de T.V. e Cinema e começou a trabalhar como actriz aos 17 anos, tendo já no seu currículo várias telenovelas e séries na televisão portuguesa. A actriz regressa agora aos palcos como protagonista de "Os 39 Degraus", comédia de Alfred Hitchcock

Qual a maior mudança na sua vida depois de ter sido mãe?
Tudo mudou! A minha vida, a casa, o carro, a alimentação, mas principalmente as prioridades!

O facto de agora ter o Simão mudou a sua forma de trabalhar?
Acho que tenho menos inseguranças e tento cumprir com alguma rapidez. Todo o tempo agora é importante demais para desperdiçar.

Sente-se abençoada pelo facto de poder ter o seu filho perto de si todos os dias, enquanto trabalha?
Claro que sim. Quando penso nas mães que têm de deixar os filhos quando estes têm poucos meses percebo que sou uma privilegiada.

A Inês engordou 25kg com a gravidez. Como viu o seu corpo modificar-se dia após dia?
Acho que é estranho para todas as mulheres. Algumas gostam mais do que outras. Eu não achei muita piada, confesso.

O que tem feito para recuperar o seu antigo corpo?
Faço ginásio, jogging e endermologia.

Como vê a sua mãe no papel de avó? E qual a principal diferença da forma como ela a educava e educa agora o Simão?
Está apaixonada mas quem educa o Simão sou eu. Muito à semelhança da forma como ela nos educava.

Saiba mais na próxima página

Está agora a viver três papéis na peça '39 Degraus', uma comédia com texto de Alfred Hithcock e produzida pela Statement. Este desafio de interpretar mais do que uma personagem é complicado?
É complicado mas dá imenso gozo! Acho que qualquer actriz gostaria de ter este desafio. Obriga-nos a ter uma certa versatilidade ao mesmo tempo que temos de estar preparadas fisicamente para um espectáculo muito puxado! Além disso o texto é muito engraçado e dá gozo de fazer.

Era capaz, tal como uma das suas personagens, de se apaixonar por um homem que estivesse acusado de ter cometido um crime?
Só saberia perante a situação. Acho que no amor não se escolhe.

Logo a seguir a ser mãe voltou ao trabalho com a peça de teatro e recentemente assinou o contrato de exclusividade com a SIC. Sente que este retorno tão rápido ao trabalho fez com que ficasse sem tempo para 'curtir' a maternidade?
Como? Ele está sempre comigo! Só começo a gravar em Julho, já o Simão tem quase 9 meses!! Acho que tenho curtido ao máximo a maternidade, além disso, mesmo nessa altura nunca vou trabalhar todos os dias. Posso sempre estar com ele. Tenho mesmo muita sorte.

A parceira da SIC com a Globo foi um dos factores determinantes para ter aceite o contrato?
Não. É muito bom saber que esta parceria existe e tenho a certeza que só vai trazer coisas boas aos actores e equipas que fazem ficção mas não foi esse o aspecto crucial. Na verdade acho que a SIC é o sítio certo para estar neste momento. A SIC está a apostar na ficção de uma forma que me agrada! E além disso, sempre gostei de ir pelos caminhos mais desafiantes e menos confortáveis. Fazer parte de um projecto que está a começar e a crescer agrada-me!

Qual o papel que espera ou desejaria desempenhar?
Agora que estou a fazer "Os 39 Degraus" fiquei com muita vontade de fazer comédia. Mas a verdade é que qualquer personagem me agradaria.

Sente-se completamente realizada neste momento?
A 100%! E é maravilhoso!

Por Patrícia de Sá Oliveira

artigo do parceiro:

Comentários