"Estou muito feliz com esta nova fase. Sou um pai babado"

Mickael Carreira surpreendeu os fãs e atuou na última sexta-feira no metro do Cais de Sodré. Ao Fama ao Minuto o recém papá confidenciou ainda estar "muito feliz".

Mickael Carreira realizou e viveu uma nova experiência na sua carreira. O artista preparou uma surpresa aos fãs e atuou na última sexta-feira, dia 31, no metro do Cais do Sodré, em Lisboa, o local onde gravou o videoclipe da música ‘Ya Ya Ya’, feita em parceria com Sebastian Yatra.

No dia do lançamento do novo vídeo, o filho de Tony Carreira quis dar um “miminho” aos fãs e cantar num local público. Antes de começar o espetáculo, Mickeal conversou com o Fama ao Minuto.

“A seguir aos Coliseus e o Meo Arena, acho que o que faltava era tocar no metro. É uma ação diferente no dia em que nós lançamos o videoclipe, estrear o vídeo precisamente no local onde o gravámos. Acho que é bom e acaba por ser um miminho para os meus fãs, que tanto me dão ao longo do ano”, começou por dizero cantor.

Mickael contou que “queria fazer um vídeo diferente” e essa foi a principal razão para ter escolhido a estação de metro como pano de fundo.

“Queria um vídeo diferente, que não tivesse tanta história, mas que fosse mais baseado em dança. Quando a malta vir o videoclipe vai perceber que é muito à base de dança e de cenários. Aqui no metro conseguimos encontrar o local perfeito”, afirmou, acrescentando aindaque esta ideia foi muito bem recebida pelo Metro de Lisboa. “Foi um trabalho de semanas de preparação, mas correu muito bem. Arrisco-me a dizer que é o meu melhor vídeo até à data”.

Mickael, que está habituado a atuar para multidões, disse também que para si é “indiferente tocar para 100 ou 20 mil pessoas”. Ainda assim, admitiu ser umaatuação “diferente”.

“Evidentemente, isto não tem a dimensão do Meo Arena, mas acho que é muito interessante. Tudo aquilo que eu tenho ouvido desde que nós anunciámos que eu ia estar aqui hoje, o feedback tem sido muito bom, mesmo”, frisou.

O artista já fez vários trabalhos no mundo da música fora de Portugal e tem vindo a fazer parcerias com outros artistas, como é o caso deste tema. Para oartista da família Carreira, a música nacional começa a ser reconhecida lá fora e até afirmou: “A música portuguesa está melhor do que nunca”.

“A música portuguesa está a atravessar uma fase muito boa. Já fazia falta aparecerem novos valores, artistas novos. Portanto, sim, acho que está numa fase muito boa”, referiu, sem deixar de salientar que “sair de Portugal acaba por ser sempre complicado”. “A experiência que tenho tido fora de Portugal também é nesse sentido. O facto de trabalhar com artista como o Enrique Inglesias e o Sebastian Yatra, artistas que têm muita exposição lá fora, acaba por ser uma forma de mostrar aquilo que eu faço aqui em Portugal”, continuou.

Questionado sobre qual o seu papel em levar a música portuguesa para fora do país, Mickael não hesitou e respondeu: “O meu papel é fazer aquilo que mais gosto que é fazer música. Quem me conhece sabe que sou muito ambicioso, gosto de ter sempre projetos novos e levar a minha música mais longe. Em Portugal felizmente já fizemos muita coisa e há muita coisa por fazer ainda. São dez anos de carreira, falta muita coisa por fazer, mas também é tentar levar a nossa música para fora de Portugal”.

Recentemente, o cantor, de 31 anos, e a namorada, Laura Figueiredo, foram pais pela primeira vez e não podiam estar mais feliz. Uma experiência que Mickael diz ser “fantástica”.

“[Estou] muito feliz com esta nova fase, tanto eu como a Laura [Figueiredo]”, confessa, garantindo que a pequena Beatriz é uma bebé sossegada. “Sou um pai babado”, afirma.

O Fama ao Minuto quis saber se o artista sonha em ter mais filho e a resposta foi imediata: “Daqui a uns anos falamos”.

artigo do parceiro: NM

Comentários