10 questões a... Anja Rubik

A polaca, que é uma das mais requisitadas top models mundiais, fala da carreira, da revista que lançou, de vícios e dos cuidados que tem com o cabelo

Nasceu em Rzeszów, na Polónia, em 1983, mas viveu na Grécia, no Canadá e na África do Sul. Anja Rubik, uma das mais requisitadas top models mundiais, é o novo rosto da campanha Visions of Style II, de Kérastase. Uma coleção de dez imagens revela novos penteados dinâmicos, dando vida ao inovador produto L’Incroyable Blowdry. Entrevista exclusiva com a modelo que foi fotografada por Karl Lagerfeld para o calendário Pirelli em 2011.

Qual o maior risco que tomou na sua carreira?

Lançar a minha própria revista foi um grande risco. Estar do outro lado da câmara marcou uma mudança na minha vida e permitiu-me expressar o meu ponto de vista. Estou muito feliz que a 25 [disponível online em 25magazine.com] tenha sido tão bem recedida e tido um feedback tão positivo.

Qual o seu designer favorito?

Geoffrey Beene.

Qual a peça de roupa que mais gostou de usar?

O vestido branco personalizado que Anthony Vaccarello me fez para ir à Met Gala [em Nova Iorque] em 2012. Foi um momento inesquecível. Senti-me forte e poderosa mas, ao mesmo tempo, sexy e feminina.

Da sua experiência no mundo da moda, o que é que aprendeu e que lhe vai servir para o resto da vida?

Menos é mais.

Que peça de roupa é que todas as mulheres devem ter no armário?

Um vestido preto super sexy.

Qual o seu pecado da gula?

Chocolate.

Qual a sua rotina capilar diária?

Tento aguentar o máximo de tempo possível sem o lavar. Quando o faço, uso um champô Kérastase e um condicionador de tratamento leave-in. Se, entre sessões fotográficas, estiver muito seco, faço uma máscara [Force Arquitecte], que estendo da raiz até às pontas para reforçar a hidratação.

É a minha salvação entre sessões em que o meu cabelo é submetido a instrumentos de calor e fica completamente ressequido. O meu cabelo fica forte e imediatamente reparado.

Por que acha que é tão importante para as mulheres sentirem-se bonitas? Que papel desempenha o cabelo nesta luta pela beleza?

O cabelo emoldura o rosto e pode mudar completamente um look. Tanto pode criar um visual chique e elegante, se o cabelo estiver bem penteado; como mais descontraído e casual, se o cabelo estiver mais desgrenhado.

Quando começou a usar Kérastase? Lembra-se de algum episódio particular relacionado com a marca?

Comecei a usar Kérastase há muitos anos. Alguém nos bastidores de um desfile recomendou-me a marca e disse que o champô e condicionador seriam ótimos para o meu cabelo. Fiquei viciada desde então.

Qual o visual L'Incroyable com que mais se identifica? Porquê?

La Rebelle, porque tem uma vibração rock'n'roll de que gosto e que realmente traduz muito do meu estilo pessoal. Adoro franjas arrojadas.

10 questões a... Anja Rubik

Texto: Madalena Alçada Baptista com Kérastase (fotografia)

artigo do parceiro:

Comentários