Viagens longas de autocarro

Que cuidados deve ter durante este tipo de viagem?

O principal problema deste tipo de viagem é o facto de passar muito tempo num autocarro e as consequências (poucas, diga-se em verdade) que daí possam surgir.

Os acidentes de viação podem provocar lesões graves nos passageiros pela falta de segurança que é criada no seu interior. Na Europa é obrigatório o uso de cinto de segurança nos autocarros que fazem percursos de longa distância, mas poucos o usam.

O espaço entre os bancos é relativamente escasso e surgem facilmente traumatismos (sobretudo dos membros inferiores), quando há um acidente. As escadas são a zona de maior perigo quando existe qualquer mudança de direção ou travagens bruscas do autocarro.

A postura certa

Em viagens longas, o segundo risco tem a ver com a postura. Não com a sua escoliose, que não deve ser afetada, mas com o pescoço, região lombar e pernas, pois são as zonas do corpo com maior risco de sofrerem com uma viagem longa. Use uma almofada de apoio para melhorar o confortodo pescoço, sobretudo nas noites passadas no autocarro. Tente ter a região lombar sempre apoiada e em contacto com as costas do banco. Mantenha os joelhos acima do nível da bacia, usando os apoios para os pés sob o banco da frente.

As refeições

Se comer em restaurantes junto à estrada, escolha pratos leves, de fácil digestão. Prefira alimentos cozidos e grelhados acompanhados por saladas. Evite fritos, refogados e legumes que provoquem muita fermentação, como o feijão ou o grão. Se levar alimentos, evite produtos que se degradem facilmente (por exemplo, o fiambre, que pode substituir por queijo). Uma pequena mala frigorífica pode ser muito útil para conservar os alimentos e manter as bebidas frescas e uma garrafa térmica para guardar bebidas quentes.

Respirar

Os riscos menores estão relacionados com o ar condicionado dentro do autocarro e a secura das mucosas que pode provocar. Tenha uma garrafa de água consigo e mantenha-se sempre hidratada. Se viajar por zonas frias, agasalhe-se antes de sair do autocarro. Uma diferença de temperatura muito marcada pode provocar fenómenos alérgicos, congestão nasal ou rinite.

Dica

Quando estiver sentada, use o cinto de segurança. Quando estiver de pé, apoie-se nos bancos ou agarre-se aos pontos de apoio. Preste atenção redobrada ao utilizar as escadas em andamento.


Texto: Jorge Atouguia (médico especialista em medicina do viajante)
A responsabilidade editorial desta informação é da revista

artigo do parceiro:

Comentários