Os novos mercados onde também se pode petiscar

Estes espaços estão a ganhar uma nova vida sem deixar de lado a sua essência (fotos)

Ir ao mercado já não é o que era, pelo menos, em Matosinhos, Campo de Ourique e no Bom Sucesso. A juntar às bancas de legumes, fruta, flores, peixe e carne, há agora petiscos, lojas e eventos. Os mercados estão a ganhar uma nova vida sem deixar de lado a sua essência, a compra e venda de produtos frescos. A jornalista Rita Caetano andou a investigar e diz-lhe quais são aqueles que vale (mesmo) a pena conhecer.

Mercado de Campo de Ourique

Dos três é o que reabriu há menos tempo e prepara-se para dar uma nova vida ao já muito movimentado bairro de Campo de Ourique. As bancas de legumes, fruta, peixe e carne continuam lá mas foram renovadas e são, agora, acompanhadas de quiosques para petiscar. Quem conhece o Mercado de San Miguel, em Madrid, não pode deixar de fazer algumas comparações, todas positivas, é claro e, se o Mercado de Campo de Ourique conseguir atrair o número de pessoas que o seu congénere madrileno consegue, então teremos um novo polo gastronómico da capital.

Nos quiosques, vai poder provar o presunto DOP de Barrancos na Charcutaria Lisboa, comer fish & chips no Joe’s Shack, provar carne n’ O Atalho, favinhas com chouriço e outros petiscos na 2 à Esquina, sushi, nigiris e tamakis na Praça Japonesa e prego de lagosta no Mercado do Marisco, entre outras especialidades.

Pode aproveitar ainda para comprar os produtos no mercado de frescos e entregue ao chef Manuel Lino, à frente do espaço Chef do Mercado, que cozinhará especialmente para si, desde 4 €. Este mercado encontra-se aberto de domingo a quarta das 10h às 23h e de quinta a sábado das 10h à 1h.

Mercado de Matosinhos

Em Matosinhos a nave central continua a pertencer aos frescos, onde o peixe é uma figura de destaque ou não estivesse esta cidade plantada à beira-mar, mas também não faltam os legumes, a fruta e as flores. No entanto, a verdadeira revolução está a acontecer no andar de cima, com a abertura de vários restaurantes e lojas. A Taberna Lusitana é um bom exemplo disso, com tapas, montaditos e vinho servido a copos e a sua loja gourmet.

Mas há mais, o Comida de Rua, que abriu aqui o seu primeiro espaço fixo depois de ter conquistado clientes com as famosas sandes de leitão vendidas numa carrinha em vários pontos e eventos na zona do Porto, tal como o Sushi no Mercado, a Mafaldas, uma casa de chá e loja de produtos gourmet, sem esquecer o Bio Mercado, uma loja de produtos biológicos.

E porque nem só de comida se faz este edifício, classificado como Imóvel de Interesse Público, há outras sugestões, como a Velo Culture, para quem gosta de andar de bicicleta, a Menina&Moça para quem adora ténis e a Comic Book Therapy, uma livraria especializada em BD. Para o fim, deixamos a Galeria Quadra, da responsabilidade de ESAD (Escola Superior de Artes e Design) que garante exposições temporárias e dá espaço à cultura no mercado.

Fique atenta porque está prevista a abertura de um bar no mercado, que ficará aberto até às 4 da manhã e terá pista de dança. Este mercado está aberto segunda-feira das 7h às 23h, de terça a sexta das 6h30 às 23h e sábado das 6h30 às 24h.

Mercados

Mercado do Bom Sucesso

Situado na zona da Boavista, no Porto, o Mercado do Bom Sucesso está de cara lavada desde junho de 2013. A parte central do edifício está agora ocupada por várias tasquinhas onde se pode petiscar, ou comprar os produtos para levar para casa. Mas os frescos não foram esquecidos, têm o seu espaço próprio. À carne, segue-se a fruta e os legumes (aqui também pode encontrar leguminosas, especiarias e ervas aromáticas vendidas ao quilo) e o peixe.

No que diz respeito à restauração, as opções são muitas. Ao todo existem 44 bancas, onde pode degustar pratos nacionais e internacionais. Nós sugerimos-lhe que prove os éclairs da Leitaria da Quinta do Paço. Beba também um cappuccino no The Traveller Caffé e prove o vinho e as tapas na Quinta das Lamelas. Experimente ainda a especialidade no Pastel de Nata de Bacalhau.

Neste espaço, delicie-se com a francesinha em forno de lenha no Forno do Mercado e prove os mini hambúrgueres no NY Sliders e os cogumelos na PT Experience. O Mercado do Bom Sucesso tem ainda um hotel, cujo restaurante tem a particularidade de cozinhar os produtos comprados no mercado pelos seus clientes, lojas de roupa, uma papelaria e um bike café, o Urban Cicle Café.

A cultura também tem espaço neste mercado urbano, que é palco de concertos, exposições, teatro e workshops. De segunda a quinta, das 18h às 19h aproveite a happy hour. Há preços mais baixos e várias ofertas que valem a pena. Este mercado encontra-se aberto de domingo a quinta das 10h às 23 e sexta e sábado das 10 às 24h.

Mercados

Outros mercados que vale a pena visitar:

- Mercado da Ribeira

Em 2014, este mercado promete novidades mas ainda não há data para a inauguração daquele que será um projecto com o selo da revista Time Out Lisboa. O objectivo é associar restauração e cultura mas, até lá, a Ribeira continua a cativar pelos seus produtos frescos.

- Mercado do Bolhão

É um histórico da cidade do Porto e está à espera de obras há anos. Os pregões das vendedoras e a frescura dos seus produtos continuam a fazer dele um dos locais mais típicos da Cidade Invicta.

- Feira dos Produtos de Agricultura Biológica

Ao sábado de manhã (das 9h às 14h), o Príncipe Real, em Lisboa, transforma-se num mercado de rua de produtos biológicos vendidos pelos próprios produtores. Além de fruta e legumes, há mel, azeite e vinho.

- Mercado Municipal de Faro

Foi dos primeiros a ser renovado e está organizado por tipos de produtos. Há uma área para o peixe, outra para os produtos hortícolas e frutícolas, outra para as padarias e para a carne e charcutaria. Também tem uma área de restauração.

Mercados

artigo do parceiro:

Comentários