Gritos mudos que escondem um amor mau

Zé Manel, ex-vocalista dos Fingertips, protagoniza peça de teatro apoiada pela APAV

«Amor mau» é o nome da encenação teatral de Rui Germano em que Darko, o alter ego de Zé Manel, ex-vocalista dos Fingertips, participa. «Porque ainda existem gritos mudos atrás de tantas portas» é o ponto de partida.

Esta peça de teatro de pesquisa, desenvolvida no âmbito do projeto RG/Teatro Comunitário, surge duma parceria com a APAV, Associação Portuguesa de Apoio à Vítima.

Neste espetáculo, uma coprodução da companhia teatral Quem Não tem Cão, com o apoio da Câmara Municipal de Rio Maior, o espectador assume o papel de parceiro do ator e, sem moralismos, é convidado a fazer uma reflexão sobre o poder e o domínio dos mais fortes sobre os mais fracos, chamando a atenção para as faces envergonhadas dos desamores, resultado de cenários de violência doméstica.

Além do problema dos homens vítimas de violência, é também abordada a problemática da violência nos relacionamentos íntimos juvenis, na velhice e da violência doméstica entre pessoas do mesmo sexo. A peça de teatro sobe ao palco do Cineteatro Casa da Cultura de Rio Maior, em Rio Maior, nos dias 24 e 31 de maio e 01 e 07 de junho. Aos sábados, tem início marcado para as 21h30 e aos domingos às 16h30. Os bilhetes custam 8 €. As reservas de bilhetes podem ser feitas através dos números de telefone 243 999 350 e 961 789 266.

artigo do parceiro:

Comentários