15 praias e piscinas fluviais para se refrescar

Gosta de mergulhos no rio e de piqueniques animados à beira de água? Desconhecidos de muitos, existem inúmeros paraísos naturais em Portugal que convidam ao lazer, à evasão e à diversão!

Para os portugueses, verão é quase sempre sinónimo de praia e, para a maioria, isso significa rumar ao litoral e aproveitar o extenso areal que temos em toda a costa. Se este ano quer primar pela diferença, troque o mar pelos rios que percorrem o país e experimente fazer férias nas praias e piscinas fluviais. As vantagens são muitas e surpreendentes. Não só vai fugir de filas intermináveis como vai ter facilidade em estacionar o carro.

Tem ainda a vantagem de estar rodeado pelo verde da natureza, desfrutando de sossego, acalmia e tranquilidade. Existem cerca de 1.230 quilómetros de costa no território continental de Portugal mas as praias portuguesas não se restringem apenas às de mar. As praias e piscinas fluviais também convidam a mergulhos revigorantes e retemperadores. Descubra as nossas praias de água doce preferidas:

1. Praia fluvial da Aldeia do Mato 

A albufeira da barragem de Castelo de Bode, nos arredores de Tomar, a cerca de uma hora e meia de Lisboa e de Coimbra, surpreende pela beleza da paisagem. A poucos quilómetros, fica a praia fluvial da Aldeia do Mato, uma das poucas praias da zona que exibe regularmente a bandeira azul. Uma estrutura de metal e ferro colocada sobre as águas criou uma piscina artificial em pleno leito do Rio Zêzere. Localizada já no concelho de Abrantes, foi um dos cenários de uma das temporadas da série de televisão «Morangos com açúcar»

2. Praia fluvial de Congida

A paisagem envolvente é deslumbrante. A praia fluvial de Congida, em Freixo de Espada à Cinta, é um dos locais onde pode desfrutar de momentos inesquecíveis. Estrategicamente situada numa das margens do Rio Douro, usufrui das aguas calmas proporcionadas pela albufeira da barragem de Saucelle. Dispõe de diversas infraestruturas, nomeadamente um parque de merendas, um parque infantil, piscinas municipais, uma piscina fluvial, um bar com esplanada à beira rio e ainda várias zonas de sombra.

3. Praia da albufeira da Tapada Grande

A praia da albufeira da Tapada Grande, em Mértola, é uma praia natural com um grande areal. Inserida no complexo da antiga Mina de São Domingos, atrai anualmente milhares de visitantes. Além de disponibilizar o acesso gratuito à internet, através de Wi-Fi, a todos os utilizadores, dispõe ainda de um café/restaurante com esplanada, estacionamento gratuito e aluguer de canoas. Nos meses de verão, há exibições de cinema no anfiteatro que existe nas imediações.

4. Praia fluvial do Pego Fundo

Em, em Alcoutim, em pleno Algarve profundo, a praia fluvial do Pego Fundo é uma praia algarvia bem mais calma do que as que está habituado naquela zona. Desfrute de um mergulho em sossego num contexto singular, nas margens do Rio Guadiana e com vista para Espanha. Uma pequena represa construída num braço da ribeira de Cadavais forma um caudal de águas pouco mexidas, de temperaturas agradáveis, à beira das quais se pode passar um dia de refrescante descontração.

5. Praia fluvial do Carvoeiro 

Carvoeiro, em Mação, é um local marcante. O espelho de água e a piscina para crianças da sua praia fluvial estão rodeados por pinheiros. A mancha florestal verde relaxa e impressiona. Pertencente ao distrito de Santarém, está toda de condições surpreendentes e muito apelativas. Esta praia fluvial regularmente galardoada com a bandeira azul, um lugar calmo onde pode desfrutar do silêncio, da paz, do ar puro, ler um livro e conviver, está também classificada como praia acessível a pessoas com deficiência.

Veja na página seguinte: Outras praias fluviais a integrar no seu roteiro

Comentários