Portugueses estão a comprar menos nos hipermercados, mas a gastar mais fora de casa

O mercado do grande consumo recuou 4,5% homólogos em volume e 0,5% em valor até março, com os portugueses a comprarem menos no hipermercado, mas a compensarem este decréscimo com mais consumo fora de casa, revela hoje um estudo.
créditos: Pixabay

Segundo as conclusões da 4.ª edição do Marcas+Consumidores da Centromarca – Associação Portuguesa de Empresas de Produtos de Marca, num contexto em que o universo do grande consumo (FMGC - Fast Moving Consuming Goods) continua “a perder dinamismo”, o futuro do setor deve passar pela diversificação da oferta (com um maior envolvimento da grande distribuição em campanhas, descontos e marca própria) e pelos novos formatos (como o ‘online’ e as lojas de proximidade nos grandes centros urbanos).

De acordo com o trabalho, o recuo das compras em cada ida ao hipermercado tem sido sobretudo notório, em volume, nas categorias de alimentação (-6%), alimentação animal (-5,3%), higiene pessoal e beleza (-3,1%) e limpeza caseira (-2,5%), registando as bebidas uma evolução nula.

Dentro da alimentação, os frescos mantêm-se como “o maior investimento dos lares dos portugueses", seguidos pelos produtos lácteos, mercearia doce e mercearia salgada. Só o setor das refeições prontas registou um crescimento (+3,4%) em 2017 face ao ano anterior. “Num contexto de um país com sinais crescentes de envelhecimento, com menos pessoas por lar e mais lares sem crianças, o número de ocasiões de compra por lar e de ocasiões por dia de compra diminuiu ligeiramente face a 2016. Que, por sua vez, já vinha de um decréscimo face a 2015”, disse à agência Lusa o diretor-geral da Centromarca, Pedro Pimentel.

Segundo nota, “há uma diferença grande entre o comportamento geral do mercado e o comportamento de cada português na sua casa, isto é, se o mercado está com números bastante positivos, o consumo das famílias portuguesas não tem sido tanto assim”.

Veja ainda: 10 situações em que ir supermercado pode colocar a saúde em risco

Comentários