Novo espaço dedicado a criadores brasileiros é inaugurado amanhã no Príncipe Real

A galeria comercial EntreTanto, que ocupava o interior do Palácio Castilho, foi substituída pela Pau-Brasil, um projeto que pretende promover marcas de prestígio do outro lado do Atlântico.

Aberta ao público no dia 28 de março de 2014 no Palácio Castilho, no Príncipe Real, em Lisboa, a galeria comercial EntreTanto dá, a partir de amanhã, origem ao projeto Pau-Brasil, um novo espaço dedicado a criadores brasileiros. A área até aqui ocupada pelo antigo indoor market foi reconvertida para acolher nomes incontornáveis do design brasileiro, como é o caso de Sérgio Rodrigues, Hugo França, Chicô Gouveia, Jader Almeida, Campana e Reboh.

A moda está representada com roupas e acessórios de Lenny Niemeyer, Julianna Herc e Frescobol Carioca. Os reputados produtos de beleza da Granado e da Phebo chegam também finalmente a Portugal, bem como o melhor cacau do mundo, o Chocolate Q, a partir de agora à venda num projeto que também aposta numa forte vertente cultural, com o apoio do conceituado Instituto Moreira Salles.

«Haverá uma conexão permanente entre comércio e cultura. Há alturas em que mais parece que estamos num museu e não numa loja», garantiu ontem Rui Gomes Araújo, empresário português com fortes ligações ao Brasil, durante uma visita exclusiva para jornalistas e convidados ao novo espaço. Com mais de 500 metros quadrados, a nova galeria comercial reúne 17 prestigiadas marcas brasileiras.

Ali mesmo ao lado, a Embaixada também se apresenta renovada, com novas lojas e uma nova imagem, ainda que muito na linha da anterior. «Esta é uma nova fase, resultado de uma evolução natural, mas também de várias ações deliberadas nos últimos 10 anos na revitalização desta zona icónica de Lisboa», explica Catarina Lopes, diretora geral da EastBanc Portugal, a promotora imobiliária que gere os dois projetos.

Texto: Luis Batista Gonçalves com Charlotte Valade (fotografias)

artigo do parceiro:

Comentários