Não se conheciam mas aproveitaram o voo para fazer sexo oral no avião

Uma mulher de 48 anos e um homem de 28 estão a ser investigados pelo FBI depois de terem sido surpreendidos em pleno ato sexual durante uma viagem área entre Los Angeles e Detroit, nos EUA.

Não se conheciam de lado nenhum mas o acaso do destino juntou-os e, sem perderem grande tempo, a mulher de 48 anos acabou a fazer sexo oral ao homem de 28 no banco, à frente dos outros passageiros, durante um voo da companhia área Delta que fazia a ligação entre Los Angeles na Califórnia e Detroit no Michigan, nos Estados Unidos da América. Um voo que tem a duração média de 05h14. O FBI está a investigar o caso.

Vários viajantes queixaram-se aos membros da tripulação e o casal pode agora vir a ser acusado. «Vai ser muito difícil descobrir que norma do código federal violaram porque não atentaram à segurança da aeronave nem dos outros passageiros», disse ao jornal USA Today Peter Henning, um antigo procurador federal. «Havia crianças. Havia famílias. Havia pessoas mais velhas. Estas coisas devem ser respeitadas», sublinha, contudo.

Em 2013, um outro casal que foi apanhado a fazer sexo oral durante uma viagem entre Oregon e Nevada foi multado em 250 dólares, pouco mais de 214 euros. Em 2011, um outro casal foi preso depois de apanhado na casa de banho de um avião. Fazer sexo nas alturas é uma fantasia muito comum aos que pertencem ao mile-high club, o clube virtual das pessoas que gostam de consumar atos sexuais reais em aviões.

Texto: Luis Batista Gonçalves

artigo do parceiro:

Comentários