Portugueses inventam máquina que lava loiça em seis minutos com ultrassons

A Silampos, empresa que criou a primeira panela de pressão em Portugal, desafiou cientistas do Politécnico do Porto a inventar uma máquina especial que lava a loiça em meia dúzia de minutos, recorrendo à tecnologia de ultrassons e eletrónica.
créditos: Pixabay

Depois de produzir na década de 60 do século XX a primeira panela de pressão em Portugal, a Pequena e Média Empresa (PME) portuguesa Silampos, fundada em 1951, em Cesar, no concelho de Oliveira de Azeméis, prepara-se agora para voltar a “revolucionar a forma de cozinhar” e de “viver a cozinha”, com uma máquina para lavar a loiça com recurso a inovação disruptiva.

A notícia foi avançada hoje por Rui Coutinho, coordenador da Porto Design Factory, um evento que arranca no Porto na próxima quinta-feira, dia 29, para revelar projetos inovadores que devem entrar no mercado na próxima década.

Segundo Rui Coutinho, uma equipa multidisciplinar composta por estudantes do Politécnico do Porto, que trabalhou durante dez meses num contexto de pós-graduação em inovação de produtos e serviços, em parceria com uma universidade da Califórnia (EUA), conseguiu desenvolver uma “solução de lavagem de loiça a partir de técnicas relacionadas com ultrassons e com eletrónica" que permite reduzir "substancialmente o tempo de lavagem da loiça, melhorar esse processo, torná-lo mais ecológico, poupando água e retirar todo e qualquer detergente químico”.

“Se imaginarmos uma família de duas pessoas, que tipicamente demorará uma semana a conseguir encher a máquina de lavar (…), ela passa a ter uma solução que permite lavar entre três a seis minutos toda a loiça de um jantar de forma ecológica, mais sustentável, mais rápida e mais económica”, explica.

Veja ainda: 10 coisas do dia a dia que já devia ter deitado fora

Comentários