Saiba como ter sucesso com jardins à sombra

Também têm o seu encanto e singularidade. Aprenda a tirar proveito da falta de sol com a utilização das plantas, cores e texturas para criar um espaço ao seu gosto com interesse todo o ano.

Os locais à sombra podem ser explorados para obter uma riqueza e diversidade de plantas que não encontra numa localização ao sol. Se nunca percorreu o interior de uma floresta tropical, imagine o que pode ser a beleza de um espaço sombrio e fresco, rico em plantas com texturas fortes e variadas tonalidades de verde que ganham ainda mais vida com o contraste da luz solar a rasgar pela vegetação.

Pode criar recantos e caminhos, esconderijos e biombos naturais. Por vezes, temos tendência a privilegiar as zonas ao sol para criar os nossos espaços verdes, mas a sombra tem a sua beleza. Podemos obter uma sombra com dinâmica constante se criarmos um espaço verde debaixo de árvores de folha caduca. Estas, ao longo das estações, apresentam diferentes densidades de folhagem.

Muitas delas refletem-se em diferentes tipos de sombra e efeitos luminosos. Naturalmente que, num local sombrio, a variedade de cores que consegue obter é mais reduzida do que num local ao sol, mas pode-se jogar com a mistura de espécies de folha caduca e persistente e as texturas de cada uma delas. Veja a galeria de imagens com arbustos com cor(es) que ficam bem no seu jardim.

O cálculo que tem (mesmo) de fazer

Os fetos, as hostas e as heras são exemplos de plantas com texturas e tonalidades de verde diferentes. Os ciclâmenes (Cyclamen spp.) dão flor, de cores variadas, em sombra total. Para obter um efeito mais atrativo, recomendo que os plante em densidade. Para planear um jardim à sombra, estude bem a variação da luz ao longo do dia e do ano. O sol no inverno está mais baixo.

Nessas alturas, existe uma maior área de sombra durante o dia, em oposição ao verão, em que o sol apresenta uma posição mais elevada. Quando planear a localização dos seus canteiros, vasos e coberturas de solo, calcule a posição do sol ao longo do dia para que possa usufruir dos vários locais na altura do dia mais propícia e as plantas receberem a luz necessária.

Se pensa em criar uma zona para o pequeno-almoço, verifique onde existe sombra no seu jardim pela manhã para a localização da sua mesa. No final do dia, o jardim não irá receber luz direta, ficando sombrio e fresco. Se optar por colocar um revestimento de gravilha ou seixo mais escuro, o calor residual emitido pode ser um bom convite a deixar-se ficar um pouco mais no local após o sol se pôr.

Saiba como ter sucesso com jardins à sombra

Veja na página seguinte: O que deve fazer para conseguir gerir a sombra

Comentários