Consiga rosas (ainda) mais bonitas

Brancas, vermelhas, amarelas ou na cor que lhes dá nome, figuram no topo das flores preferidas da maioria dos homens e das mulheres. Damos-lhe cinco dicas para cuidar bem delas.

Nas civilizações antigas, as suas cores e os seus aromas fizeram das rosas uma flor de eleição e desejo. Com o passar do tempo, além de deslumbrar em maciços e composições florais, passaram a integrar a maioria dos produtos de perfumaria e cosmética Tem rosas no seu jardim? Então leia este artigo e aprenda mais alguns truques sobre como tratar delas. Estes são cinco dos cuidados a ter para garantir um desenvolvimento salutar:

1. Corte as rosas secas com as folhas à altura da segunda ou da terceira intersecção, a partir da flor para estimular o aparecimento de novos rebentos.

2. Elimine os rebentos que surjam por baixo do nó principal ou do enxerto. Este tipo de rebentos geralmente são como ladrões que enfraquecem e debilitam o exemplar. Consegue distingui-los pela fragilidade porque não produzem flores e têm sete folhas por pecíolo.

3. Evite que as suas roseiras passem sede senão perderão parte das flores e a recuperação é difícil.

4. Faça uma poda estética depois da floração nas roseiras que não refloresceram. Corte os ramos laterais à altura das gemas vigorosas. Depois, elimine os ramos secos e velhos que se encontram junto dos novos e desbaste o resto da ramagem.

5. Trate preventivamente o pulgão e o oídio e em caso de ataque combata com insecticida e fungicida específicos.

artigo do parceiro:

Comentários