Porque as suas flores merecem

Veja o que tem de fazer no seu jardim durante o mês de setembro

Setembro é (muito) mais do que o regresso às aulas e ao trabalho. A reta final do verão exige cuidados acrescidos. Arregace, por isso, as mangas e mãos à obra!

Corte as flores murchas

A limpeza das plantas é indispensável, uma vez que serve para manter o jardim em ordem e apara atrasar os sinais de decadência. Com a tesoura, retire todas as flores murchas.

Recolha sementes

Se no próximo ano pretende desfrutar de flores por pouco dinheiro, recolha sementes de cardos e gramíneas, entre outras plantas. Guarde-as num local seco e ventilado.

Instale tutores

Algumas espécies, como os crisântemos e as dálias, desenvolvem grandes flores cujo peso é excessivo para os ramos. Coloque tutores de bambu presos com pedaços de couro para os manter direitos.

Reduza a rega

Se na sua região faz calor e não chove, continue a regar uma vez por semana. Mas nas zonas onde começam a surgir as chuvas de Outono e a temperatura já é mais baixa, reduza a rega pouco a pouco.

Adube as rosas

Esta é uma boa altura para fazer uma nova aplicação de fertilizante nas rosas. Escolha adubo especial para roseiras, aplique na base e depois regue a planta.

Arranque os botões secundários

As dálias (Dahlia) e os crisântemos (Chrysanthemum) alcançam o seu esplendor no final do verão ou no início do outono. O solo deve estar sempre húmido. Para conseguir flores maiores do que o habitual, arranque os botões florais secundários que nascem por debaixo do botão central.

Divida as plantas rizomatosas

Este é um daqueles procedimentos que podem fazer muito pela saúde e beleza do seu jardim. Terminado o desenvolvimento das plantas do maciço, estas necessitam de nova energia para o próximo ano.

No caso de plantas rizomatosas, como é o caso do lírio, deve fazer divisão porque o sistema radicular está morto. Estes são os passos que deve seguir para o fazer:

- Desenterre os rizomas com a forquilha e limpe a terra das raízes. Elimine os ramos velhos.

- Reduza o comprimento das raízes a cinco ou sete centímetros e corte as folhas para diminuir a perda de água.

- Plante os rizomas em solo adubado sobre um lombo de terra entre dois regos, enterrando as raízes em duas covas laterais.

- Cubra com terra e pressione. Regue profusamente para a planta assentar e não ficarem bolsas de ar.

artigo do parceiro:

Comentários