Dê um presente às suas flores

Veja tudo o que deve fazer em dezembro e saiba como preparar, desde já, o ano que aí vem

As compras e os preparativos natalícios ocupam grande parte do mês do Natal e do fim de ano mas, apesar do stresse habitual da quadra, as suas espécies botânicas não podem ser descuradas.

Aproveite, por isso, o espírito natalício para mimar as suas plantas e flores em dezembro.

Estes são alguns dos cuidados a ter este mês:

- Remexa bem os maciços de flor

A única tarefa no terreno permitida este mês é remover a terra das bolbosas e bienais para arejar e evitar que fique compacta devido às geadas. Passe a forquilha com cuidado para não estragar os bolbos. Em caso de necessidade, fixe bem as plantas que se soltaram devido às variações de temperatura.

- Proteja os bolbos

Para manter ratos e pássaros afastados dos bolbos, propomos um truque simples. Coloque uma rede de arame por cima da superfície dos mesmos. Ficarão mais protegidos.

- Transplante as plantinhas agora sem quaisquer riscos

Se, no outono, semeou espécies para os seus maciços e se estas já se encontram suficientemente grandes para serem manipuladas, transplante para uma bandeja onde tenham espaço para crescer.

- Faça estacas

Multiplique as suas plantas de forma fácil e económica, fazendo estacas das raízes. Corte as mais grossas e plante em vasos, numa dependência ou em caixas sem aquecimento.

- Molhe as proteções

Se o clima é muito rigoroso, borrife água sobre as coberturas e proteções durante as horas mais frias. Assim se forma uma fina capa de gelo que impede que o ar concentrado desça demasiado e estrague as plantas.

- Consulte os catálogos

Trace o plano de atualização para o próximo ano. Faça um esboço da distribuição dos maciços e consulte os catálogos para ver as últimas novidades. Prepare os pedidos de sementes e outros materiais.

- Compre fitossanitários

Como no final de janeiro começam a surgir as gemas nas zonas quentes, adquira fitossanitários para tratar as plantas. Recorde-se dos últimos problemas que teve com cada uma.

Erica, a escolha do especialista Joan Parera, engenheiro técnico agrícola:

«Tem um aspeto muito ornamental durante a floração, de rosada a púrpura, abundante e vistosa, que se dá de setembro a janeiro», refere o especialista da Jardins. «É apta para jardinagem de baixa manutenção e em zonas litorais porque suporta a influência marítima e também a seca e as podas não severas», sublinha.

«Esta flor prefere a insolação direta, embora se possa por em semi-sombra», acrescenta ainda. Esta planta não requer regas regulares e é importante instala-la em substratos drenantes e evitar o excesso de humidade durante o período de implantação. Desenvolve-se bem em terrenos calcários.

artigo do parceiro:

Comentários