Dê forma às copas das suas árvores e arbustos

Aproveite as férias e os tempos livres de julho para cortar as pontas e para adubar

As tardes desta época são geralmente muito quentes e tendem a pedir uma relaxante sesta. Mas o que tem que ser feito tem muita força. Não descure os cuidados que deve ter com o seu jardim nestes dias de calor. Até porque há muito para fazer nesta altura.

Corte as pontas

Pode as espécies que terminaram a floração e aproveite para reequilibrar a copa, em caso de necessidade. Nos arbustos que estão a florescer, elimine regularmente as pontas murchas. Esta é uma das tarefas que deve executar durante este mês de julho. Está, no entanto, longe de ser a única!

Adube em cada 20 dias

De 20 em 20 dias, adube também as árvores e volte a repetir a operação de acordo com as instruções da etiqueta do produto (entre segundo dia a 30 dias depois). Desta forma, estimula tanto a atividade vegetativa como a floração.

Controle as daninhas

Como as daninhas brotam com insistência, quer a partir de sementes como a partir das raízes, trate de as eliminar com precisão.

Lâminas mais altas

Coloque a lâmina do corta relva mais alta que no mês passado mas sempre de forma que impeça a floração das infestantes. De vez em quando passe com a forquilha nas zonas de maior passagem antes de regar.

Corte as sebes

Continue a controlar o crescimento das sebes, sobretudo as de perfil geométrico. Se ficaram despovoadas na base, pode energicamente. As regas e adubos de estímulo permitem a recuperação rápida das sebes. Por isso, não descure estas tarefas, ainda mais nesta altura.

Flores da época

É tempo destas espécies:

- Kalmia
Forma densas matas de porte médio. Não gosta do solo demasiado seco nem alcalino. Procure
colocá-lo sempre ao sol, se possível.

- Hipericão
Ao sol, os ramos arqueados cobrem-se de bonitas flores amarelas. Ideal para repelir coelhos quando se tornam uma praga.

- Crataegus
Árvore de crescimento lento com flores brancas que no outono dão frutos vermelhos. Agradece o calor, o sol e solo alcalino.

artigo do parceiro:

Comentários