Como (não) regar os vários tipos de plantas

Muitas vezes prejudicamos as nossas flores sem termos a noção de que o estamos a fazer. Escolha o método que mais lhe convém para as manter saudáveis e hidratadas

As espécies botânicas necessitam de água para sobreviver e para se desenvolver convenientemente. O processo tem pouco de científico mas é de importância fundamental para a sobrevivência, para o crescimento e para a manutenção das plantas, pelo que importa fazer uma rega eficaz. Não basta pegar num recipiente com água e vertê-la sobre as folhas ou sobre a base das espécies. Veja, por isso, como deve proceder:

- Por cima

Verta a água sobre o substrato. Não molhe as folhas e esvazie o prato depois. É a rega ideal para a maioria das plantas.

- Por baixo

Encha o prato de água e deixe a planta absorver a que necessitar. Quando o substrato estiver húmido, retire o resto. Este processo é ideal para plantas como a ciclamen e a violeta africana.

- Em roseta

As bromeliáceas têm uma roseta central em forma de vaso que deve manter cheia de água. Mude a água todos os meses.

artigo do parceiro:

Comentários