Ananás comosus

Uma espécie de bromélia que é um alimento muito apreciado

Fruto de consumo generalizado em praticamente todo o mundo, é produzido em grandes quantidades nas regiões subtropicais dos
continentes africano, asiático e sobretudo americano.

Quando falamos em bromélias, pensamos geralmente logo em plantas ornamentais de grande interesse e beleza, exuberantes e com muita cor.

Este artigo é, no entanto, uma excepção. Fala de uma espécie de bromélia que apesar de ser uma planta interessante sob o ponto de vista estético, é especialmente conhecida por ser um alimento. Referimo-nos ao ananas comosus. Dizem as crónicas que Cristóvão Colombo, na sua segunda viagem às Caraíbas, em 1493, se deparou em algumas aldeias índias na ilha de Guadalupe, com um fruto de casca abrasiva, semelhante a uma pinha e interior de polpa consistente e doce como a maçã.

Os locais chamavam-lhe anana, que significa em dialecto guaraní «fruto excelente», sendo também o termo nana associado a
à expressão «bom perfume». Apresentado à corte renascentista, ávida de doces e produtos exóticos, que ilustrassem a
expansão marítima, o fruto excelente fez grande sucesso e tornou-se numa iguaria de alto custo, apenas acessível ao mais abastados.

Alguns nobres fizeram mesmo questão de posar em retratos, junto a ananases. Este estatuto de raridade manteve-se por cerca
de dois séculos. No início do século XVIII, começou a ser produzido em pequena escala em estufas na Europa (Sul e ilhas).

Atualmente, o ananás é um fruto de consumo generalizado em praticamente todo o mundo. É produzido em grandes quantidades nas regiões subtropicais dos continentes africano, asiático e sobretudo americano. Nas nossas casas é difícil produzir um ananás a partir de uma planta que tenhamos num vaso, mas como planta ornamental, é bastante interessante.

Veja ainda dicas para plantar ananás em casa e galeria de imagens de bromélias.

Texto: Jorge Freixial

artigo do parceiro:

Comentários