A arte bonsai em três simples explicações

É uma das formas de cultivo mais artísticas e criativas mas exige muitos cuidados e, sobretudo, muita paciência. Siga as nossas dicas para ser bem sucedido.

Para sobreviver, as plantas conservadas desta forma precisam de muita luz, de serem regadas e de não ser aprisionadas numa base demasiado pequena. Convém ir virando o bonsai com regularidade, cerca de duas vezes por semana, para manter um crescimento regular. Siga os nossos conselhos e consiga exemplares de encher o olho. Estes são três cuidados a ter para potenciar o desenvolvimento da espécie que escolheu para o efeito:

- Poda

Para conservar o tamanho e a forma do seu bonsai deve retirar a rebentação que vai nascendo, deixando apenas duas a três folgas do rebento. A rebentação junto à base do tronco nas axilas dos ramos principais também deve ser eliminada.

- Rega

Regue com um regador com um ralo de buracos finos para que a água saia suavemente. Nos períodos mais quentes, vaporize a folhagem várias vezes ao dia. Numa situação normal, faça-o apenas uma vez por dia. Deixe secar a terra na superfície do vaso antes de voltar a regar.

- Transplante

Retire o bonsai do vaso e desemaranhe as raízes em torno do torrão, evitando as principais. Com a ajuda de uma tesoura corte uma parte das raízes mais finas. Acrescente um pouco de terra nova no fundo do vaso e coloque o bonsai lá dentro com cuidado, espalhando uniformemente as raízes. Não se esqueça de adicionar terra até ao rebordo do vaso. Regue abundantemente e não adube durante um mês.

artigo do parceiro:

Comentários