Tesouros da Literatura de Viagens para descobrir pelos mais novos

Oficina no Museu do Oriente

O Japão, segundo o olhar de Wenceslau de Moraes, é o próximo destino a descobrir no ciclo Tesouros da Literatura de Viagens, numa oficina que se realiza sábado, 14 de fevereiro, no Museu do Oriente. A atividade repete no dia 28.

Foi através dos livros que escreveu que este oficial de marinha deu a conhecer o quotidiano japonês, as suas tradições e história, lendas e costumes, que lhe valeram a alcunha de “Kaymiô”, ou “o homem que abriu a janela do Japão para o exterior, através dos livros”.

Depois de percorrer o Extremo Oriente durante a sua carreira na Marinha, Wenceslau de Moraes estabeleceu-se no Japão, onde viveu durante 30 anos tornando-se a grande fonte de informação portuguesa sobre o modo de vida nipónico.

A oficina “Wenceslau de Moraes? Moraes San, muito prazer!” foca uma das obras mais fascinantes do escritor português, “Fala a lenda japonesa”, uma colectânea de contos e histórias tradicionais. Ilustrando passagens seleccionadas com peças do Museu do Oriente, esta oficina propõe deslumbrar os participantes, entre os 6 e os 12 anos, com as singularidades da cultura nipónica.

Esta é a segunda iniciativa do ciclo Tesouros da Literatura de Viagens, que arrancou no passado dia 17 com o clássico de Júlio Verne, “A Volta ao Mundo em 80 Dias”. Segue-se, em Março, uma sessão dedicada às grandes viagens, centrada na “Peregrinação” de Fernão Mendes Pinto e, “Os Lusíadas”, de Luís de Camões.

Tesouros da Literatura de Viagens Oficina “Wenceslau de Moraes? Moraes San, muito prazer!”
14 ou 28 de fevereiro
Horário: 15h00-17h00
Preço: € 5,00/ participante
Público-alvo: 6-12 anos
Participantes: Mín. 10; Máx. 25

Museu do Oriente, Avenida Brasília | Doca de Alcântara (Norte) | 1350-362 Lisboa
Tel.: 213 585 200 | E-mail: info@foriente.pt www.museudooriente.pt

artigo do parceiro: Susana Krauss

Comentários