Novo livro infantojuvenil de Francisco Duarte Mangas: O Gato Karl - A Palavraria

As ilustrações são de Marie Err e a apresentação oficial está marcada para dia 13 de dezembro, nos 20.os Encontros Luso-Galaico-Franceses do Livro Infantil e Juvenil, na Escola Superior de Educação do Porto

Francisco Duarte Mangas acaba de lançar o seu mais recente livro dedicado ao mundo infantojuvenil. A Palavraria é a segunda história do Gato Karl e do seu dono, com quem partilha sonhos, amuos, às vezes alegria, e improváveis vitórias contra o preconceito. As ilustrações são de Marie Err e a apresentação oficial está marcada para dia 13 de dezembro, nos 20.os Encontros Luso-Galaico-Franceses do Livro Infantil e Juvenil, Escola Superior de Educação do Porto.

Fracassada a primeira tentativa para mudar o mundo, o Gato Karl decide abrir a Palavraria: uma loja que nada vende, mas onde oferece palavras de desentristecer. Debaixo da magnólia branca, Karl e o seu caderninho de capas cor de fogo recebem a menina Rosa Luxemburgo, triste por ver as árvores presas à terra, e Herbert Marcuse, um menino tímido que lhes revela a tempestade poética que o agita – queria ser nuvem…queria ser nuvem certos dias.

Tocados pela melancolia, outros meninos procuram na loja do Karl algo que ilumine o sonho, como a menina Amália (Rodrigues) e o menino Vladimir. A menina Matilde Rosa Araújo convence o gato de que é possível inventar a vacina contra a tristeza. E depois desconvence: era metáfora. “Melancolia, tristeza ou saudade não fazem parte da lista de epidemias”. Também a RãMuitoFeliz procura apoio. Deseja repartir a alegria com os sisudos corvos – mas desconhece a arte da “transfusão de felicidade”.

Como responde Karl a toda esta gente? “Para a tristeza não há remédio”, avisa. Todavia, os visitantes chegam cabisbaixos, mas regressam leves, impelidos pela alegria.

"O Karl é persistente na discreta luta de mudar as coisas, a forma de ver as coisas. Para esse gesto não cair no silêncio, escrevi A Palavraria, a segunda história do gato libertário. Outras aventuras, agora na companhia de um novo amigo, irão surgir. No mundo das palavras, oceano é uma gota, há bosques inesperados, não existem muros: tudo é possível, quando se pretende partilhar a alegria, a felicidade. É esse o ofício de Karl", refere Francisco Duarte Mangas.

Veja aqui algumas fotos do interior do livro:

o gato karlo gato karl

artigo do parceiro: Susana Krauss

Comentários