Os signos e a sexualidade

Como os astros ditam as suas relações mais íntimas

Carneiro
Os nativos de Carneiro são, normalmente, bastante explosivos, impetuosos e possuem um desejo de conquista muito acentuado. São considerados “amantes latinos”, pois possuem um espírito conquistador e preferem relações tórridas, avassaladoras e imprevistas. Como anseiam satisfazer rapidamente os seus desejos são impulsivos e detestam esperar. Preferem o sexo rápido e curto. Quando as coisas avançam de uma forma lenta, perdem rapidamente o interesse e fixam-se noutra conquista.
Para eles a vida sexual é uma experiência ardente e dinâmica. Ao apaixonarem-se revelam-se fiéis e se perderem o interesse optam por contar a verdade ao parceiro

Touro

Afectivamente os taurinos são cautelosos e não avançam para uma relação amorosa sem terem previamente a certeza dos seus sentimentos, ou seja, precisam de se sentir seguros. São sensuais por natureza, adoram seduzir com calma e perfeição e deixam-se levar pelos sentidos. Por natureza, são sedutores doces e apreciam a troca de carícias. Adoram ser acariciados no pescoço e gostam de jogos que envolvam o toque. Preferem longas relações sexuais em que dão e recebem prazer, onde exista troca de massagens e que termine com uma boa refeição, pois são muitas vezes “conquistados pelo estômago”.

Gémeos

Os nativos de Capricórnio são muito conservadores, não se relacionam sexualmente com quem não se sintam seguros. Geralmente, demoram muito tempo a entregar-se, pois vivem na esperança de encontrar o parceiro ideal. No amor, portam-se mais como companheiros do que como amantes. Aparentemente, parece que não dispõem de tempo para o amor, pois dedicam-se com afinco à vida profissional colocando as afectividades para segundo plano, mas quando se envolvem seriamente tornam-se intensos nas relações sexuais, apreciam relações boas e duradouras, são leais e fiéis.

Veja na próxima página como os signos de Caranguejo, Leão e Virgem vivem a sexualidade

Comentários