18 a 24 de Julho de 2016

O Papa

“Se o ideal é possível, o suficiente não basta.”

A verdade é que, a maioria de nós, contenta-se apenas com o suficiente, com a mediania. Porque será? Esta é a pergunta que deve fazer se se incluir neste grande grupo.

O Papa pergunta se tem agido de forma livre e pessoal, ou se tem sido condicionado pelos outros e pela sociedade? Pergunta também se, mesmo por amor não tem também condicionado os outros? É natural que quando só conhecemos uma forma de agir, o sigamos e o ensinemos a quem vem a seguir. Mas o grande desafio do Papa é derrubar dogmas e pré-conceitos. Quem é que disse que temos que agir assim ou assado? Onde está escrito? Há regras morais básicas que devemos seguir por razoes óbvias, mas depois é preciso ir para além delas.

Esta semana entre em contacto com o seu mestre pessoal, aquele que sabe tudo, aquela voz – sumida por causa da nossa mente doente - que lhe dá sempre bons conselhos. O seu Grilo Falante tem coisas para lhe dizer. Ouça-o e evitará alguns… trambolhões.

2016

A Justiça

Sendo o Arcano da Justiça o seu regente, é bem provável que este novo ano lhe traga as recompensas do seu trabalho árduo. Well done!
Esta tende a ser uma nova fase de maior responsabilidade, de maior crescimento em todos os aspectos da sua vida, e a responsabilidade, como tantas outras virtudes, manifestam-se primeiro internamente e só depois se tornam visíveis aos nossos olhos. Sente-se maduro/a o suficiente para ter mais responsabilidades? Sim? Então, elas virão.

Seja a que nível for, profissional, emocional, físico, mental ou espiritual, o ano é de estruturação, mais do que isso, que já é bom, este ano é de conciliação entre o ideal e o possível.

A Justiça não é um Arcano (carta) de êxitos fulgurantes, mas sim de construção estável e equilibrada. O que edificar este ano será duradouro porque será construído, por si, de forma prática e consciente, que é como quem diz, sairá do seu esforço e dedicação. E não serão estas conquistas as mais enriquecedoras?
‘Somos totalmente responsáveis pela qualidade da nossa vida e pelo efeito exercido sobre os outros, construtivo ou destrutivo, quer pelo exemplo quer pela influência directa’ (Alfred Armand Montapert)

Saiba qual é o seu signo ascendente

por Paulo Cardoso

Conheça o signo que está posicionado na linha do horizonte no momento do seu nascimento e que influencia a sua individualidade.

Compatibilidade amorosa

por Paulo Cardoso

É compatível com o seu parceiro? Descubra já!