26 de Setembro de 2016

Rei de Espadas

O Rei de Espadas traz um pedido de racionalidade na abordagem e resolução de problemas. É um pedido para que veja as coisas de uma forma objectiva e crie novas soluções uma vez que as anteriores podem não ter sido as melhores.
“A necessidade é a Mãe da Invenção.” Platão
Esta carta fala também de princípios éticos e morais e de se manter fiel a eles em todas as situações.

26 de Setembro a 2 de Outubro de 2016

O Mundo
O Mundo expressa aquilo que um dia vai acontecer a todos nós, que é: chegar ao fim do Percurso (Primórdio)! O chegar àquele estágio em que não se é bem nem mal, não se é ying nem yang.

Quando pensamos desta forma grande, percebemos, discernimos e realizamos que afinal, os nossos imensos e profundíssimos “problemas” são... nada… e relativizamos tudo à sua devida e real proporção. Resumindo, o Mundo é a carta da Transcendência, da Iluminação, é a carta de Buda e um dia TODOS vamos chegar lá! Então, se o caminho e o fim é esse, porque é que teimamos em perder tempo com insignificâncias? A ideia não é tornamo-nos yoguis, a ideia é vivermos em harmonia na Terra, com o conforto e facilidades intrínsecas, mas cuidando muito mais das coisas da alma e vendo muito mais Além! Para quê invejar a vida alheia se primeiro: não sabemos de nada da intimidade dessas pessoas e depois e mais importante, é que esses sentimentos pequeninos só nos prendem à 3ª dimensão. Estados de alma como o ódio, a vingança, a mágoa, a raiva, a insegurança, a preguiça, o medo, a inveja e ciúme, a possessividade/apego, a mesquinhez, a avareza e outros que tais, são as correntes que nos impendem de evoluir e de conseguir a nossa “nuvenzinha”. O tornarmo-nos pessoas melhores começa nas coisas simples da vida e não nas grandes como muita gente pensa. Como é que nos podemos elevar se continuamos a tratar mal o empregado do café, o segurança do prédio, se dizemos mal deste e daquele, se estacionamos nos lugares dos deficientes, se desprezamos aqueles que sabem menos do que nós…

Sim, a tarefa é árdua, mas é o único caminho, os outros apenas nos fazem andar às voltas na Terra. Bom, então se é para ir, vamos rápido, não é? Vamos ser melhores pessoas, não pelos outros ou para mostrar; olhem, vejam que bonzinho que eu sou! (e lá voltamos nós para trás outra vez! - mas apenas por nós e pelo nosso planeta lindo!

2016

A Imperatriz

A Imperatriz é por excelência uma carta feminina, de uma sensibilidade apurada e de uma força implacável. Ela quer tudo, quer ser bem sucedida na vida profissional, quer atingir o topo, e quer realizar-se também como Mulher e Mãe.
Isto faz-nos questionar aquela velha máxima, muito portuguesa, que diz que não podemos ter tudo. Porquê?! Onde é que isso está escrito? Estas pérolas vão-nos sendo transmitidas, hereditariamente, mas a verdade é que vão ficando gravadas no nosso ADN.
Pois, mas podemos e devemos parar esta forma de pensar que sempre foi e sempre será absurda. Para além de ser altamente limitativa, verdade? Isto nem é uma crença, é apenas um disparate que foi sendo alimentado por almas pouco evoluídas servindo de desculpa pelos seus insucessos.

Dito isto, o desafio para este ano é grande, porém, A Imperatriz sabe que tem capacidade e força para atingir os objetivos pretendidos. Seja exigente! Seja mais e melhor do que a maioria, começando por ser gentil e solicita sempre que possível, em particular quando for provocado/a; aceita este desafio? É fácil responder na mesma moeda, todos sabemos fazer isso, o difícil é mantermo-nos serenos/as nos momentos de confrontos.

A Imperatriz é diplomática, segura, inteligente, amorosa e muito sedutora. São estas as características que ela vai reforçar em si; está disponível? Se sim, pode ter a certeza de que atingirá muitas das suas metas. Boa!

‘Lembre-se que as crianças, os casamentos, e os jardins de flores (e a vida) reflectem o tipo de carinho que recebem.’ (Jackson Brown, Jr.)

Saiba qual é o seu signo ascendente

por Paulo Cardoso

Conheça o signo que está posicionado na linha do horizonte no momento do seu nascimento e que influencia a sua individualidade.

Compatibilidade amorosa

por Paulo Cardoso

É compatível com o seu parceiro? Descubra já!