Meditar é simples!

Meditar não significa apenas estar sentado ou deitado em silencio

Na correria do dia a dia, nem sempre temos tempo para parar, ou pensamos que não temos. Parar poderá ser algo que podemos fazer de uma forma ativa, ou seja mesmo em andamento, mesmo na nossa correria atual, e como?

Simplesmente tendo consciência da nossa respiração, observarmos o nosso inspirar e expirar, para encontrarmos suavemente o ritmo suave de volta ao equilíbrio, quer seja a conduzir, no trabalho, a cozinhar, no supermercado, na lida da casa, em qualquer momento, trata-se de uma paragem ativa, ficando sem a sensação que estamos a perder tempo. No entanto acabamos por ganhar muito mais tempo quando meditamos, pois as consequências positivas da prática da meditação são várias, contribuindo para um maior bem estar interior/exterior.

Meditar não significa apenas estar sentado ou deitado em silencio, existem várias formas para meditar, tudo que nos dê uma sensação de bem estar e conforto para a alma pode ser considerado meditação, podemos estar a ler um bom livro e estarmos absorvidos pela leitura, ou podemos apreciar um belo cenário na natureza ou uma pintura e estarmos num estado meditativo e hipnótico.

Pararmos para respirarmos com consciência é darmos mais energia ao nosso respirar, é darmos alimento e ar ao nosso corpo, mente e alma, para retirarmos os nós das tensões acumuladas, e sentirmos mais equilíbrio e leveza.

O corpo por vezes carrega muita rigidez e os motivos são quase sempre emocionais, ao levarmos oxigénio às partes tensas libertamos o que já não faz mais sentido e damos mais espaço para a cura acontecer.

Meditar é simplesmente silenciar, mesmo ouvindo ao mesmo tempo pensamentos do género (o que vou fazer para o jantar, a roupa que tenho que lavar, as compras a fazer etc) é perfeitamente normal principalmente para quem está a começar a praticar, o melhor a fazer é não controlar o que se pode ou não pensar, mas sim apenas permitir tudo fluir, sem rigidez, mas sim com flexibilidade.

Através da meditação temos acesso ao nosso centro de equilíbrio, até que chega a uma altura em que a meditação se torna algo tão natural e normal, que podemos automaticamente ter ligação e sintonia ao nosso interior, em qualquer lugar ou situação.

Os benefícios da prática da meditação são vários, diminuição de insónias, mais calma e serenidade, energia positiva, equilíbrio, paz interior, o despertar e aprofundamento da intuição, clareza, força interior, bem estar, saúde física, mental e emocional, no entanto cada pessoa é diferente e tudo depende da recetivdade e entrega que cada um quer dedicar à sua evolução interior, pois tudo começa primeiro em nós, para criarmos a realidade que queremos para as nossas vidas.

Meditar é uma filosofia de vida, é um modo de estar, não significa apenas sentar e entoar o mantra OM, é respeitar o que sentimos, o que somos, em cada ato, pensamento e emoção, é honrarmos o nosso ser, através do amor próprio e não apenas no ato de sentar e “meditar”. A verdadeira meditação acontece a cada momento, no nosso dia a dia, em contacto com o nosso ser, e em contacto com outros seres.

Om shanti * Paz.

Jamina Ann da Silva

www.jamina.wix.com/jamina

artigo do parceiro:

O que procura?

Comentários