Numerologia Dezembro 2016

A análise numerológica do mês.

Dezembro 2016

E, chegamos ao último mês deste ano regido pelo Número 9. Dezembro tem como regente o Número 3, redução de 21, e é deste trânsito que nos iremos ocupar ao longo destas linhas. O ano 9 é como se sabe um ano muitíssimo desafiante e este em particular, dado que os dois últimos dígitos de 2016, representam simbolicamente a queda ou desmoronamento de superestruturas que há muito davam sinais de vir a colapsar.

Assistimos, impotentes a muita destruição, guerra, fome, e desalojamento de milhares de famílias, obrigadas a abandonar o seu país de origem, deixando para trás as suas terras, as suas casas, as suas tradições, enfim uma preparação para começar de novo – expressão tão característica deste elemento 9 (nove que em latim é “novum”, que significa “novo”)!

Observamos as mudanças políticas, sociais e económicas, que têm um profundo impacto em cada um de nós. Esses movimentos, esses acontecimentos, aparentemente externos, convidam-nos a olhar para dentro de nós, na busca de um esclarecimento, de uma explicação, para tudo o que está a suceder.

As respostas são poucas, e pouco claras, gerando ainda mais perguntas, aumentando cada vez mais a já instalada confusão mental.

A Torre (por analogia ou associação é a carta Número 16 do Tarot, que ressoa com o ano 2016) desmoronou por cima das nossas cabeças, estamos perdidos no meio dos escombros, tacteando no escuro, tentando abrir caminho no meio do caos que agora é gigantesco. É gigantesco do nosso pequeno e limitado ponto de vista (o do ego, que a todo o custo tenta sobreviver à sua própria destruição).

O ego não compreende que está moribundo, não alcança o patamar mais elevado desta experiência, e tenta sobrepor-se com toda a sua força à essência cristalina do ser que veio à Terra, para purificar a sua existência.

A alma aguarda serenamente que o processo natural de libertação dessas resistências acabe por suceder, por via da própria exaustão do ego pessoalizado.

O Regente Numerológico deste mês é na verdade um 21 disfarçado de 3. O 21 é o número espelho (ou número inverso) do 12, que é o regente natural do mês de calendário (o 12º mês do ano).

Sendo o 12 um número par, ele relembra-nos da necessidade de buscar o equilíbrio em qualquer situação e obviamente, a procurar esse mesmo equilíbrio dentro de nós – convida-nos a buscar, a encontrar e a permanecer nesse centro.

O que procura?

Comentários