Das Crenças Medievais para a Nova Era

No entanto a evolução espiritual é uma constante, os tempos estão a mudar radicalmente e a energia iluminada da Nova Era de Aquário começa já aos poucos a trazer luz às nossas trevas e a ajudar-nos a ver o que antes era invisível.

A humanidade está a viver aquém do seu potencial de amor, felicidade e abundância.

Numa escala de 0 (agressividade / medo) a 10 (tolerância / amor incondicional) eu diria que a humanidade em peso não vai além de um mísero 2.

Os últimos dois mil anos, em especial as crenças religiosas medievais deram origem a todo um paradigma denso e deprimente e incutiram em nós toda uma série de atitudes e posturas perante Deus e a vida que não só são absolutamente obsoletas como nos mantiveram presos a uma energia que ainda hoje causa as maiores dores das nossas vidas.

Por exemplo, a autonomia e independência era apenas para os homens, o amor próprio, a beleza e o prazer eram pecados, a liberdade de expressão era altamente condicionada, a sombra era negada e reprimida, o casamento tinha que ser para sempre e toda a nossa energia era gasta em tentativas frustradas de atingir a perfeição para encantar o tão exigente Deus.

No entanto a evolução espiritual é uma constante, os tempos estão a mudar radicalmente e a energia iluminada da Nova Era de Aquário começa já aos poucos a trazer luz às nossas trevas e a ajudar-nos a ver o que antes era invisível. É precisamente essa luz que irá cada vez mais iluminar os muitos padrões ultrapassados e crenças antigas e mostrar-nos que o que antes era desejável ou tolerável, é agora, soba nova luz, obsoleto.

Mas esta transição não será fácil. As nossas escolhas e o grau da nossa consciência irá tornar o processo mais leve ou mais pesado. É impressionante observar como a Era medieval está ainda tão viva dentro de nós em pequenos hábitos, manias, vícios, ditados, crenças e posturas sociais e familiares que repetimos sem pensar, independentemente se já nem sequer fazem sentido nenhum. É uma densa energia que vem gravada nas nossas células e que levará o seu tempo a ser limpa. Mas mais preocupante mesmo é como essas heranças nos são inconscientes e condicionam até hoje 99% das nossas escolhas e anseios.

Vamos ver então uma lista de crenças ainda bem presentes no nosso dia a dia mas que depois de analisadas à luz da nova energia, iremos perceber como ainda de facto estão presentes mas já não fazem sentido nenhum.

O que procura?

Comentários