Ciclo das Cinzas

2016 o ciclo, o anel de Fogo, 2017 o ciclo, o anel das Cinzas. Um ciclo que promete de tudo um pouco com uma finalidade tão árdua, audaz e necessária.

Um anel de Fogo foi vivido, agora é tempo de olhar e ver, de sentir e escolher, de colocar mãos, mente e espírito na acção.

O ciclo que vivemos ardeu todas as ilusões possíveis para o momento, em termos particulares, sociais e planetárias. Um culminar muito importante.

Vivemos um fogo dentro e fora que nos evidenciou a Verdade que brota de dentro e a Verdade que se Manifesta fora com as nossas escolhas diárias, no reflexo das nossas vidas e das nossas escolhas como sociedade e humanidade no reflexo do que se vive na Terra.

Muita Verdade dura de ver, de crer para alguns, para muitos, para as grandes massas alienadas ou em tranze pelas mais diversas razões. É o que é. As coisas são como são.

Este Fogo veio também acender o Fogo Interno dos mais Guerreiros, estes ardem por dentro no seu compromisso de guerreiros, confrontam o seu maior inimigo, o que está dentro de si mesmo. Num preparar-se para a Missão.

Quanto a mim, ao olhar e ver a Natureza que nos circunda nos Astros e a Natureza que nos vibra nos pés, nas veias e nos pulmões, assim vejo e sinto este novo ciclo: a tomada de consciência, a tomada de escolhas, a tomada de atitudes, de novos rumos, de forma dura, persistente e precisa.

Os efeitos, esses virão no ciclo seguinte. Pois este será um ciclo de fé e alguma loucura.
Este é o novo ciclo das cinzas, depois do fogo, vibra a essência que fica, que subsiste, A Verdade.

O que procura?

Comentários