Uma breve viagem através das Eras Astrológicas

Já há alguns anos ouvimos dizer que estamos a entrar na Era de Aquário, mas poucas pessoas sabem exatamente o que isso significa.

Quando nos aprofundamos no estudo da astrologia, aprendemos que somos regidos por doze arquétipos chamados signos zodiacais. Porém, além da influência sobre nós, esses arquétipos influenciam também nosso planeta individualmente, através de uma energia que rege o inconsciente coletivo da humanidade. Cada uma dessas regências, marca uma época importante influenciada pelo arquétipo correspondente. Sendo assim, temos a Era de Áries, Peixes, Câncer e todas as outras. Essa teoria se chama "Grande Ano de Platão" ou "Grande Ano Zodiacal", que se baseia em um fenômeno astronômico chamado precessão dos equinócios, descoberto por Hiparco de Nicéia, astrônomo grego que viveu de 190 a 120 AC.
Cada Grande Ano Zodiacal tem aproximadamente 25.920 anos, e cada mês, ou duração de uma Era, cerca de 2.160 anos. Atualmente, estamos saindo da Era de Peixes e entrando em Aquário, e inevitavelmente, as energias aquarianas estão se manifestando através do inconsciente coletivo da humanidade. Gostaria de mostrar, através de uma viagem pelo tempo, a veracidade do trabalho relacionado à preparação para o recebimento das novas energias aquarianas. Era de Aquário não é conversa de esotérico, mas uma realidade que todos nós vivemos todos os dias. Podemos avaliar a influência de cada Era que nossa humanidade já viveu, através dos vestígios deixados pela história. A Era mais remota que nos permite algum conhecimento é:

Era de Leão ( 10.302 a 8.142 AC ).

Leão, signo regido pelo Sol, que inegavelmente é nossa fonte de vida e de luz, é o símbolo da criatividade, da realeza e da pompa. Os reis divinos surgiram nessa época, assim como as festas repletas de luxo e pompa. A criatividade leonina, é marcada nessa Era através dos primeiros instrumentos fabricados na Idade da Pedra e também pelas primeiras manifestações artísticas (pinturas nas paredes das cavernas) e esculturas. Atlântida, continente do qual você deve ter ouvido falar, teria existido nessa Era, como berço de cura e Raça Superior, até se deixarem levar pelas paixões mais baixas e submergir através do dilúvio, cujas águas marcaram o início da próxima Era.

Era de Câncer ( 8.142 a 5.982 AC ).

Encontramos na Índia, na Mesopotâmia, no Egito e na China, as primeiras habitações fixas que foram criadas pelo Homem. Nessa Era, o homem sai das cavernas e abandona a vida nômade. A agricultura começa a ser desenvolvida para garantia de seu sustento de uma maneira mais estável. Essa fase é regida pela Lua e o matriarcado domina a civilização egípcia. Nessa época eram também difundidos os rituais de fertilidade, mais uma característica do signo de Câncer.

Veja mais na próxima página – A era de Gémeos.

O que procura?

Comentários