As Várias Estações da Vida

Embora sujeitos às leis do tempo - como tudo o que é matéria -, há em nós um espírito capaz de as ultrapassar. Somos limitados, esta vida é passageira, mas para lá dela existe outra, eterna.

Embora sujeitos às leis do tempo - como tudo o que é matéria -, há em nós um espírito capaz de as ultrapassar. Somos limitados, esta vida é passageira, mas para lá dela existe outra, eterna.

Crescer implica um confronto cada vez mais profundo com esta dualidade. Mas só com o tempo é que vamos aprendendo que nada do que materialmente temos nos pode satisfazer por completo, no entanto podemos e devemos usufruir do que em cada momento nos é dado. E só este nosso grande mestre nos revela que é precisamente através dessa tomada de consciência que nos vamos apercebendo das nossas potencialidades e, portanto, de qual o sentido da nossa vida. O porquê de estarmos neste mundo aqui e agora e tal como somos.

Daí que por vezes sintamos a falta de qualquer coisa, uma insatisfação, um vazio, perguntas sem resposta, como que a sensação de não estarmos completos… Então, para nos completarmos, tendemos a procurar fora um relacionamento absoluto, uma atividade intensa, algo que nos dê uma ilusão de segurança e controle seja sobre o que for. Como se aquilo a que chamamos felicidade pudesse ser encontrado fora de nós ou no que possuimos…

O que procura?

Comentários