Sol

Larguem as mantas e afastem os aquecedores. Hoje isto vai aquecer! E que bem que vai saber ler sobre o Sol estando já tão pertinho do solisticio de Inverno.
Chegada à 5ª crónica, outra maneira de dizer, ao 5º signo do zodíaco, Leão, preciso cuidar-me para não me deslumbrar com o brilho

Como já tendo sido habitual, começarei por contar o mito por trás do símbolo zodiacal.

E para este mito, viajamos até aos céus da Grécia que Apolo, percorria todos os dias, de leste para oeste, num carro flamejante puxado por quatro corcéis, para levar luz e calor aos homens.

E facto importante e a não esquecer, como mencionado na crónica anterior, o deApolo ser irmão de Selene, a lua. Que é uma maneira de dizer que os dois princípios astrológicos se equiparam e, tal como quando se fala de irmãos, devem ser igualmente considerados, mas isso são contas de outro rosário em forma de texto, que há-de surgir mais lá para a frente.

Vamos lá saber um pouco da lenda de Apolo.
A primeira aventura que se lhe conhece, além das famosas atribulações pré natais, comuns a todos os deuses, tinha ele cerca de um ano de idade e conduziu a serpente Píton, inimiga da mãe, até Delfos onde a matou, demonstrando grande habilidade na arte do arco e flecha.

Continua na página seguinte

O que procura?

Comentários