Aquário, símbolo da consciência grupal

“Eu Sou a Água da Vida que se derrama para todos os Homens sedentos”
créditos: wikipedia

"A ti Aquário, dou o conceito de futuro para que o Homem possa ver outras possibilidade. Terás a dor da solidão, pois não te permito personalizar o meu amor. Mas para abrir os olhos do Homem para novas possibilidades, eu te dou a dádiva da liberdade, para que em liberdade, possas continuar a servir humanidade onde quer que seja necessário.
E Aquário voltou ao seu lugar.” – In “Os Nódulos Lunares” – Martin Schulman

E chegámos ao décimo primeiro passo, penúltimo passo na nossa caminhada – chegámos a Aquário. Signo fixo de Ar, símbolo da consciência grupal, do que em cada um nos liga com todos – Universalidade.

Depois da construção das estruturas e do homem ter assumido a sua responsabilidade enquanto ser social em Capricórnio, é em Aquário que se dá a consolidação do conhecimento e a sua distribuição por todos. Aquário é o aguadeiro que transporta a água da vida para dar de beber a quem tem sede. Símbolo da solidariedade, cooperação, fraternidade – irmandade humana alimentada pela esperança de uma visão futurista de uma sociedade melhor. É em Aquário que nos damos conta também do que não funciona, do que nos aprisiona ao passado e do que está obsoleto e não contribui para o desenvolvimento da sociedade como um todo. Signo muito ligado também à ciência, àquilo que traz inovação e possibilidade de crescimento. O progresso científico e tecnológico podem libertar o ser humano da prisão que as estruturas criaram. É o progresso cientifico e tecnológico, que permite disponibilizar para todos, por exemplo, o conhecimento que só era acessível a alguns, a internet é o maior símbolo do progresso aquariano. Mas, é também um progresso cientifico e tecnológico desenfreado, não fundamentado por valores humanistas, que se torna destrutivo. Num mundo dual, a luz e a escuridão estão sempre presentes.

Signo progressista, dos ideais e das esperanças, é tradicionalmente regido por Saturno e, na visão moderna da Astrologia, também regido por Úrano, o planeta da mudança, inovação, progresso…da mente cósmica. Úrano foi descoberto em 1783, no ano em que os Estados Unidos viram reconhecida a sua independência. Em 1789, inspirada na independência dos Estados Unidos, deu-se a revolução Francesa e as três palavras que para sempre a imortalizaram são também as palavras chave ligadas a Úrano – “Liberté, Egalité, Fraternité” (liberdade, igualdade e fraternidade), frase inspirada nas ideias do filósofo iluminista suiço Jean-Jacques Rousseau. Úrano traz esta necessidade de descondicionamento, de abertura de caminho - impulso para o que Jung chamou de processo de individuação. Em astrologia, o processo de individuação é simbolizado pelo eixo Leão – Aquário – O Eu Sou ao serviço do Nós Somos. A expressão criativa individual, simbolizada por Leão, ao serviço do Todo impessoal simbolizado por Aquário. “Leão rege os reis e a monarquia; Aquário rege o homem comum e a democracia; o Sol como “rei” tem de aprender a servir o homem comum ou, na situação inversa, temos de aprender que todos trazem um “rei” dentro de si (…) Os indianos fazem isso simbolicamente quando se encontram: juntam as mãos, inclinam-se e dizem: “Namaste” (Eu inclino-me diante da divindade que há em ti). Dessa maneira, Aquário dá equilíbrio a Leão, tal como o fazem todos os signos opostos”. In O Simbolismo Junguiano na Astrologia de Alice O. Howell

Há uns meses, a propósito de Leão, escrevi; “Num tempo em que a necessidade de mudança se torna urgente, o apelo do Nós Somos é cada vez mais sentido por cada um de nós… acredito que ninguém chegará ao Nós Somos sem ter encontrado o Eu Sou. Aqui reside o grande equívoco – Ser centrado não é a mesma coisa do que ser ego-centrado. Ser auto-consciente não é a mesma coisa que ser egoísta. Ser uma expressão individualizada do Criador, ser criativo, não é Ego. Em Leão encontro o que em mim, dentro de mim, me torna especial… Só quando encontro a minha própria Luz, o Divino em Mim, posso ajudar os outros a verem a Sua. Encontro a coragem para ser a verdade de mim próprio, que me responsabiliza pelo serviço (Virgem), pela partilha do meu fogo em liberdade e comunhão (Aquário)… sem me perder. Só aí estarei pronto para me dissolver em Peixes.”

Saiba mais na próxima página

O que procura?

Comentários