Ano Pessoal 9 em 2014

por Eva Veigas

“Considera a solidão como uma iluminação, uma pura luz que se alimenta de si própria, fora do mundo e, no entanto, centro do mundo.” Sabedoria Ameríndia

Combinação do Ano Pessoal 9 com o regente 7 em 2014

9 – 7

Este é um ano luminoso e harmonioso pois as duas energias pertencem a uma matriz de elevada espiritualidade. Durante este ano poderão ser dados verdadeiros saltos quânticos. O 9 é uma energia universal, globalizante que não condena, não julga e não exclui. Por esse motivo é considerado como uma energia benéfica, apaziguadora, tolerante e generosa.

As pessoas sob esta influência sentirão mais necessidade de dar do que de receber. Somemos-lhe agora o 7 do ano universal com a sua energia introspetiva, o seu silencio e a sua consciência do saber, e obteremos uma combinação única, capaz de produzir situações conciliadoras, (resultantes de profundas reflexões sobre as causas dos conflitos, das desavenças e das desarmonias) que promovam a paz e a concórdia entre as pessoas

Lado Luz do 9

O ano pessoal 9 é o último do ciclo novenal (ciclo completo de nove anos). Por isso o designamos na Numerologia como o ano de fecho, de conclusão ou de fim. Muito sucedeu nos 8 anos anteriores e portanto agora há que fazer o balanço, a análise detalhada de todas as experiências e vivências passadas a fim de finalizar mais um capítulo da nossa vida. Sempre que estamos perante um ano 9, sentimos uma necessidade quase automática, de efetuar este balanço, esta análise, que este ano será mais aprofundada, mais pormenorizada devido à carga do ano universal 7. Existe uma necessidade imperiosa de virar a página e começar de novo.

Aliás, só encerrando o capítulo anterior, estaremos aptos a criar e a viver novas experiências e vivências.

Depois deste exercício, nem sempre fácil, até porque nos falta quase sempre uma certa objetividade, pois temos tendência a ver só o que nos interessa, poderemos e deveremos tirar as nossas próprias conclusões, de modo a podermos fazer a síntese dos acontecimentos passados, retirando apenas a essência da aprendizagem, quer ela tenha acontecido através de uma experiência positiva ou agradável, quer através de uma experiência negativa ou traumática.

Veja na próxima página a continuação das previsões para 2014

Comentários